O Horizon Worlds, universo social da Meta ambientado em realidade virtual (VR), luta para conseguir atrair novos usuários e, principalmente, mantê-los. Essa dificuldade é um dos obstáculos do metaverso da empresa, que já investiu bilhões e ainda não viu a tecnologia viralizar no mundo.

De acordo com informações do Wall Street Journal, o Horizon Worlds possui, atualmente, cerca de 200 mil usuários ativos. Em fevereiro, a Meta tinha anunciado 300 mil usuários, ou seja, em oito meses, a plataforma perdeu 100 mil clientes.

metaverso
Divulgação/Meta

Essa perda fez com que a empresa de Mark Zuckerberg reavaliasse seus objetivos. A meta, que antes era 500 mil usuários novos até o final do ano, baixou para 280 mil. Além disso, apenas 9% dos 10 mil mundos existentes em fevereiro recebem visitas de mais de 50 usuários.

O vice-presidente de metaverso da Meta, Vishal Shah, informou, no início de outubro, que a equipe que trabalha no projeto enfrenta problemas de qualidade que afetam a plataforma. “O feedback de nossos criadores, usuários, testadores e muitos de nós na equipe é que o peso agregado de problemas de estabilidade e bugs está tornando muito difícil para nossa comunidade experimentar a magia do Horizon”, escreveu Shah aos próprios funcionários.

publicidade

A verdade é que a Meta ainda não desistiu do metaverso, como deixou claro no último Connect do dia 11 de outubro. A empresa lançou o Meta Quest Pro, novos óculos VR.

Leia também!

O que falta para o metaverso decolar?

Mark Zuckerberg ficou muito conhecido por revolucionar a internet mundial com a chegada do Facebook, rede social de sua criação. Anos depois sua empresa comprou outras plataformas, como WhatsApp e Instagram, e hoje se estabeleceu como um dos maiores conglomerados de tecnologia do mundo. E a nova aposta do empresário vai além de uma rede social, se trata de um universo digital: o metaverso. 

Não é nenhuma novidade que Zuckerberg está completamente focado neste projeto, tanto que sua empresa, há cerca de um ano, foi rebatizada como “Meta”. A vontade de fazer o metaverso dar certo é tão grande que bilhões de dólares estão sendo destinados ao mundo digital, o que espanta até mesmo outros acionistas da empresa.

Para saber mais, acesse a reportagem no Olhar Digital.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!