A Apple deve lançar em 2023 a primeira grande linha de novos produtos desde que o Apple Watch foi introduzido em 2015: desta vez, a empresa planeja entrar no mundo da realidade mista com os óculos chamados Reality Pro.

O Reality Pro, segundo rumores, vai misturar elementos de realidade aumentada com realidade virtual em um dispositivo que deve ser bastante caro. A Bloomberg divulgou novas informações sobre o que esperar do aparelho; confira abaixo:

Leia mais:

O que esperar do Reality Pro, o visor de realidade mista da Apple

Desenvolvido ao longo de 7 anos por uma equipe de mais de 1000 pessoas, o Reality Pro deve chegar às lojas possivelmente ainda durante o primeiro semestre de 2023, custando US$ 3.000, sendo, portanto, consideravelmente mais caro do que opções do mercado como os da Meta. Mas ele deve ter um funcionamento diferente de visores já disponíveis, sendo profundamente integrado ao ecossistema de produtos da Apple.

publicidade
  • O Reality Pro terá rastreamento de olhos e de mãos, podendo ser usado sem um controle específico com uso de um conjunto de câmeras externas e sensores internos.
  • Para controlar o aparelho, será possível tanto mexer os olhos para selecionar elementos na tela, ou então usar as mãos para escolher o que fazer.
  • O visor terá um botão similar ao do Apple Watch para alterar entre os modos de realidade virtual e realidade aumentada. Quando estiver em modo de realidade virtual, o usuário é imerso nos elementos exibidos na tela. Já o modo de realidade aumentada usa as câmeras do Reality Pro para misturar elementos virtuais ao mundo real.
  • Para evitar problemas relacionados ao superaquecimento do produto, a Apple preparou o Reality Pro para usar uma bateria externa que pode ser guardada no bolso do usuário e é conectada ao dispositivo por um cabo. A autonomia da bateria é de duas horas, e, por ser externa, usuários poderão substituir módulos sem carga por unidades carregadas e continuar usando o aparelho.
  • Essa bateria externa é relativamente grande: ela tem a espessura equivalente a dois iPhones 14 Pro Max empilhados.
  • O Reality Pro também poderá ser usado como um monitor externo para computadores Mac. Nesse modo, o desktop do macOS é exibido a partir das lentes do visor, mas para navegar pelo sistema o usuário ainda precisará de teclado e mouse.
  • Entre os aplicativos que ganharão uma versão em realidade mista estão Safari, Photos, Mail, Messages, Apple TV+ e também a App Store, entre outros.
  • Quando o usuário decidir assistir a vídeos com o Reality Pro, ele poderá ativar um recurso de realidade virtual que transporta a pessoa para ambientes como uma sala de cinema, um deserto, ou o espaço sideral.
  • Ele também terá acesso a jogos em realidade virtual.

Via: Bloomberg

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!