Os registros de queda constante da Nasdaq no último ano levantam diversos questionamentos sobre o futuro da Bolsa, principalmente sobre os riscos de encerramento das atividades.

Um dos principais fatores que está relacionado a esses eventos é o aumento de juros estabelecido pelo Banco Central dos EUA (Federal Reserve – FED), que reduziu consideravelmente a movimentação monetária diante da pressão inflacionária. Na semana passada, houve uma nova alta nos juros de 0,25 ponto percentual – chegando a um intervalo de 4,25% a 4,5% ao ano.

publicidade

Leia mais:

Nessa semana, o presidente do FED, Jerome Powell, afirmou que esses números tendem a continuar crescendo. A argumentação parece contraditória, mas economicamente faz sentido: os bons números do mercado de trabalho aumentam a inflação, o que justificaria a elevação dos juros.

publicidade

Outro fator importante para esse cenário econômico é a invasão russa à Ucrânia em março de 2022. Desde o início da guerra, essa é a oitava notificação de aumento das taxas de juros.

A Importância e o surgimento da Nasdaq

A abreviação Nasdaq se refere a National Association of Securities Dealers Automated Quotations (Associação Nacional de Corretores de Títulos de Cotações Automáticas, em português).

publicidade
  • Ela é a segunda maior bolsa de valores do mundo, composta pelas maiores empresas de tecnologia do mercado;
  • Foi fundada em 1971 pelo congresso americano com o intuito de criar mecanismo automático e transparente diante das negociações;
  • Hoje, a bolsa é usada como termômetro mercadológico para as empresas de tecnologia. Ela é ponto de partida para os investidores decidirem o momento de desenvolver novas tecnologias, que só terão retorno monetário no futuro.

Via Estadão e InfoMoney

Imagem destacada: Shutterstock

publicidade

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!