A cirurgia robótica, também conhecida como cirurgia assistida por robô, é um procedimento tecnológico que auxilia cirurgiões a performar operações em um paciente. Os médicos possuem treinamento prévio com estas ferramentas e as utilizam, geralmente, para abordagens cirúrgicas pouco invasivas. Seu principal objetivo é garantir máxima eficiência durante a cirurgia e diminuir os riscos da operação para o paciente. Confira, a seguir, mais informações sobre a inovação.

Leia mais:

publicidade

O que é e como funciona a cirurgia robótica

Cirurgia robótica: o que é e quais os riscos
Reprodução: Santa Casa dos Santos

A cirurgia robótica representa um avanço iminente nos campos da ciência e tecnologia, e é utilizada para evitar erros humanos durante as operações. Embora os cirurgiões estejam acostumados a passar horas em pé e movendo as mãos, o risco de cometer erros aumenta em virtude do cansaço proveniente do tempo da cirurgia e da quantidade de horas que os profissionais passam no plantão.

Desta forma, a cirurgia assistida por robô entra como uma aliada aos profissionais da medicina: a tecnologia costuma ser pouco invasiva e proporciona mais controle, flexibilidade, e precisão do que as mãos humanas seriam capazes após horas exaustivas de trabalho. Esta abordagem costuma ser indicada em procedimentos onde uma pequena incisão é realizada no paciente, e por onde os braços do robô são inseridos. Em outras ocasiões, também é possível utilizar a tecnologia para performar cirurgias mais complexas com o paciente aberto na mesa cirúrgica.

O robô mais utilizado nesses procedimentos detêm braços mecânicos com uma câmera instalada, além das ferramentas cirúrgicas que são movidas pelo controle do cirurgião. O profissional administra o robô ao manusear os controles de automação em um computador, o qual se encontra próximo à mesa de cirurgia. A tela do PC garante imagens 3D ampliadas e de alta definição do interior do paciente. Este cirurgião costuma ser o líder da equipe durante a operação, enquanto os demais profissionais prestam auxílio.

Quais os tipos de cirurgia robótica?

Confira uma lista rápida de áreas médicas em que a cirurgia robótica pode auxiliar:

  • Urologia
  • Ginecologia
  • Cardiologia
  • Neurologia
  • Gastroenterologia
  • Oncologia

Quais os riscos de uma cirurgia robótica?

Cirurgia robótica: o que é e quais os riscos
Reprodução: MIT

Os ricos da cirurgia assistida por robô podem ser similares aos de uma cirurgia tradicional, na qual o paciente permanece aberto na mesa. Isso porque o ambiente hospitalar, no geral, ainda fornece riscos de infecções e demais complicações.

Contudo, os procedimentos costumam ser bem sucedidos e podem evitar dores agudas e prolongadas no pós-operatório, cicatrizes grandes e difíceis de sarar, e até mesmo a presença de hemorragias. Os pacientes, normalmente, se recuperam da operação com mais facilidade e rapidez.

Com informações: Mayo Clinic.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!