Para checar se você tem dinheiro parado em algum banco, basta acessar a página “Valores a Receber”, no site do Banco Central. O processo é simples, você não precisa ter conta no site do governo federal (também conhecida como “conta gov.br”) e a resposta sai na hora.

Quando esse tipo de consulta foi liberada, no final de fevereiro, 38 milhões de brasileiros tinham dinheiro para receber de bancos e em instituições financeiras. Por isso, R$ 6 bilhões estavam à espera dos donos. A seguir, o Olhar Digital te ensina a checar se você está entre eles.

Leia mais:

Como buscar pelo ‘dinheiro esquecido’

Antes de mais nada, na página do Banco Central, o procedimento para pessoas físicas consultarem os valores a receber é diferente do caminho para pessoas jurídicas. No caso de pessoas físicas, é assim:

publicidade

Tempo necessário: 2 minutos.

Como checar se você tem dinheiro parado

  1. Acesse a página “Valores a Receber

    Ela fica no site do Banco CentralTela inicial da página Valores a Receber, no site do Banco Central

  2. Toque no botão “Consulte valores a receber”

    Tela da página Valores a Receber, no site do Banco Central

  3. Digite seu CPF no primeiro campo e sua data de nascimento no segundo

    Lembre-se de manter a opção “CPF” selecionadaTela da página Valores a Receber, no site do Banco Central

  4. Por fim, clique em “Consultar”

    Telas da página Valores a Receber, no site do Banco Central

Já para pessoas jurídicas consultarem, o passo-a-passo é assim:

  1. Acesse a página “Valores a Receber”, no site do Banco Central, e selecione “CNPJ”
Tela da página Valores a Receber, no site do Banco Central
  1. Digite o CNPJ da sua empresa no primeiro campo e a data de abertura dela no segundo

Essas informações estão disponíveis no “cartão CNPJ” da empresa

Tela da página Valores a Receber, no site do Banco Central
  1. Por fim, clique em “Consultar”
Telas da página Valores a Receber, no site do Banco Central

Os tutoriais acima mostram como os caminho são num iPhone, mas os passos são iguais em celulares com Android e computadores.

Aliás, outro ponto importante: essa parte do site do Banco Central apenas te informa se você tem (ou não) dinheiro para receber. Além disso, dá para consultar CPF de falecidos.

Solicitar para receber dinheiro parado

Já para saber quanto exatamente você tem parado (caso tenha) e solicitar para receber esse dinheiro, precisa entrar no SVR (Sistema de Valores a Receber), disponível desde começo de março. O botão para acessá-lo também fica na página “Valores a Receber”, no site do Banco Central, logo abaixo de “Consulte valores a receber”.

A diferença entre um recurso e outro é que para acessar o SVR você precisa ter uma conta nível prata ou ouro no site do governo federal. Assim, você confere como solicitar o valor a receber e os protocolos de solicitação.

Dentro do sistema você vai ter a informação: qual é a origem desse valor, qual a instituição que está com esse valor. As instituições têm até 12 dias pra fazer o crédito na sua conta.

Carlos Eduardo Gomes, Chefe do Departamento e Atendimento Institucional do Banco Central, em entrevista ao Jornal Nacional

Já beneficiários e herdeiros terão que procurar a instituição financeira que guarda o dinheiro e comprovar que tem direito a ele.

Confira abaixo novidades do sistema em 2023:

Precauções contra golpes

Logo que você entra na página “Valores a Receber”, o site do Banco Central te traz uma lista de cinco dicas para não cair em golpes relacionados ao dinheiro parado. São elas:

  • O único site onde você pode consultar e saber como solicitar a devolução dos seus valores, da sua empresa ou de pessoas falecidas é o “Valores a Receber”;
  • Todos os serviços do Valores a Receber são totalmente gratuitos. Não faça qualquer tipo de pagamento para ter acesso aos valores;
  • O Banco Central não envia links nem entra em contato com você para tratar sobre valores a receber ou para confirmar seus dados pessoais;
  • Somente a instituição que aparece no Sistema de Valores a Receber é que pode te contatar e ela nunca vai pedir sua senha;
  • Não clique em links suspeitos enviados por e-mail, SMS, WhatsApp ou Telegram.

Com informações do Banco Central

Imagem de destaque: Pedro Spadoni / Olhar Digital

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!