O Fórum Econômico Mundial (WEF, na sigla em inglês) divulgou recentemente seu relatório anual sobre o Futuro dos Empregos para 2023. Nele, o órgão listou quais profissões devem surgir nos próximos cinco anos, bem como as que consequentemente irão sumir. 

A maior responsável pelo impacto em ambos os cenários é, claro, a tecnologia, já que diante da transformação no mercado haverá criação de muitas funções, ao mesmo tempo em que várias ficarão obsoletas. 

Leia mais! 

Do período de 2023 a 2027 espera-se que 69 milhões de postos de trabalho sejam criados, mas 89 milhões sejam perdidos, conforme o relatório. Isso representa uma perda líquida de 14 milhões, ou 2% dos empregos disponíveis atualmente. 

publicidade

A análise do WEF é interessante tanto para trazer um panorama sobre o futuro do mercado de trabalho, como para ajudar aqueles que ainda não se decidiram por qual caminho seguir na carreira. Você pode conferir o relatório completo de 2023 sobre o Futuro dos Empregos aqui.  

Assim, confira abaixo as funções que devem surgir e as que consequentemente irão sumir. Vale pontuar que muitas das funções que serão “criadas” já existem, o que significa que continuarão em expansão.

Veja 10 empregos que irão surgir nos próximos cinco anos 

1. Especialista em IA e machine learning; 

2. Especialista em sustentabilidade; 

3. Analista em inteligência de negócios; 

4. Analista de segurança da informação; 

5. Engenharia de fintechs; 

6. Cientista e analista de dados; 

7. Engenharia robótica; 

8. Especialista em big data; 

9. Operador de equipamentos agrícolas;

10. Especialista em transformação digital. 

Veja 10 empregos que irão sumir nos próximos cinco anos 

1. Caixas de banco e funções relacionadas; 

2. Funcionários dos Correios; 

3. Caixas de loja; 

4. Funcionários de entrada de dados; 

5. Secretários administrativos e executivos; 

6. Registro de produtos e estoque; 

7. Contabilidade, escrituração e folha de pagamento; 

8. Legisladores e oficiais judiciários; 

9. Estatística, finanças e seguros; 

10. Vendedores de porta em porta, ambulantes e trabalhadores relacionados. 

Com informações do FastCompany

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!