Dentro de quatro anos, moradores e visitantes de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, podem ter acesso a mais uma suntuosa atração turística na requintada e ultramoderna cidade. Um audacioso projeto arquitetônico estimado em US$5 bilhões (algo em torno de R$24,8 bilhões) pretende reproduzir a Lua em um resort de luxo.

Elaborada pelos empresários canadenses Michael R. Henderson e Sandra G. Matthews, a proposta apresenta uma estrutura de 224 metros de altura e 622 metros de circunferência, onde os hóspedes possam se sentir como se estivessem no satélite natural da Terra.

Michael R. Henderson, cofundador do Moon World Resorts. Crédito: Reprodução/Instagram

Chamado Moon World Resorts, o projeto visa não só atrair turistas em férias, como também sediar eventos e festas sofisticadas, em uma arena com capacidade de 10 mil pessoas. Segundo os desenvolvedores, o hotel oferecerá cerca de quatro mil suítes.

Algumas delas, inclusive, poderão ser compradas. “Aproximadamente 144 unidades de luxo estarão disponíveis para compra, cada uma com 13 metros quadrados / 17 metros quadrados. Os proprietários desfrutarão de privilégios exclusivos por meio de associação vitalícia em seu Clube de Proprietários MOON”.

publicidade

“Estamos no processo de transformar um conceito de megaescala altamente desafiador e ousado em uma realidade física”, diz outra publicação no Instagram oficial do futuro resort. “Quando a ‘Lua’ abrir, por volta de 2027, você poderá caminhar em uma superfície lunar enquanto explora uma colônia lunar verdadeiramente autêntica. Sim, você está indo para a Lua”.

Leia mais:

Pisar na Lua sem sair da Terra

Em entrevista ao site CNN Travel, Henderson disse que o empreendimento será “um resort de destino muito luxuoso e contemporâneo, totalmente integrado, com muitos componentes dentro que já se conhece”.

Um dos pontos altos é a iluminação noturna da estrutura, que vai variar de acordo com a fase específica pela qual a Lua estará passando. Henderson explica que a intenção é proporcionar ao visitante a experiência de pisar na Lua, sem sair da Terra – uma aventura que deve custar caro, mas, sem dúvida, não tanto quanto uma viagem de foguete até a musa inspiradora do projeto.

Segundo o empresário, existe a intenção de construir ao menos quatro unidades da estância turística lunar ao redor do mundo. Além de Dubai, o resort deve ser construído em algum país da Europa, outro no Norte da África e um na América do Norte.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!