Por um lado, o novo “Carro Popular” – programa de incentivo à indústria promovido pelo governo federal – diminuiu o preço dos carros de entrada. Por outro, há quem ainda considere a média de R$ 60 mil muito dinheiro para pagar em modelos novos simples e prefiram carros usados.

Leia mais:

Se é o seu caso, confira abaixo essa lista de modelos interessantes de carros usados que custam até R$ 50 mil. Os modelos vão desde hatches compactos e econômicos a sedã, passando por hatch médio mais equipado e SUV.

(Importante: quando o assunto é carros usados, é sempre prudente mostrar o veículo desejado a um mecânico de confiança antes de fechar negócio).

publicidade

Fiat Uno Way 1.3 Firefly 2017

Visão da frente e lateral do Fiat Uno Way 1.3 Firefly 2017, um dos carros usados bons por até R$ 50 mil
(Imagem: Divulgação/Fiat)
  • Motor: quatro cilindros, 1.3 oito válvulas;
  • Potência e torque: 109 cavalos e 14,2 kgfm;
  • Câmbio: manual, cinco marchas;
  • Consumo urbano: 9,2 km/l (etanol), 12,9 km/l (gasolina);
  • Consumo rodoviário: 10,1 km/l (etanol), 14 km/l (gasolina);
  • Comprimento: 3,82 m;
  • Entre-eixos: 2,38 m;
  • Largura: 1,66 m;
  • Altura: 1,56 m;
  • Porta-malas: 280 litros.

Entre os carros usados desta lista, essa é uma opção racional com algum apelo visual. O Fiat Uno Way tem estilo aventureiro com os apliques plásticos. Ao mesmo tempo, essa é a melhor versão já produzida do hatch compacto.

No caso do Uno Way, é possível encontrar exemplares com motor 1.3 de 109 cv e 14,2 kgfm de torque e itens como ar-condicionado, direção elétrica, start-stop e rádio com Bluetooth por R$ 45 mil.

Além de ser bom de dirigir, o hatch ainda é econômico, fazendo até 14 km/l de gasolina na estrada.

Ford Ka 1.0 SE Plus 2020

Visão da frente e lateral do Ford Ka 1.0 SE Plus 2020, um dos carros usados bons por até R$ 50 mil
(Imagem: Divulgação/Ford)
  • Motor: três cilindros, 1.0 12V;
  • Potência e torque: 85 cv e 10,7 kgfm;
  • Câmbio: manual, cinco marchas;
  • Consumo urbano: 9,3 km/l (E), 13,3 km/l (G);
  • Consumo rodoviário: 10,8 km/l (E), 15,6 km/l (G);
  • Comprimento: 3,94 m;
  • Entre-eixos: 2,49 m;
  • Largura: 1,69 m;
  • Altura: 1,52 m;
  • Porta-malas: 257 l.

Já esse Ford Ka é uma opção entre os carros usados para quem prefere um hatch um pouco mais novo na mesma faixa de preços. Ainda que tenha saído de linha em 2021, o mercado de peças de reposição é amplo.

A versão SE Plus tem o motor 1.0 aspirado de três cilindros mais potente do mercado, com 85 cavalos. O preço varia de R$ 45 mil e pode passar um pouco de R$ 50 mil nos exemplares mais novos.

Honda Civic 1.8 LXL 2011

Visão da frente e lateral do Honda Civic 1.8 LXL 2011, um dos carros usados bons por até R$ 50 mil, andando numa rodovia
(Imagem: Divulgação/Honda)
  • Motor: quatro cilindros, 1.8 16V;
  • Potência e torque: 140 cv e 17,7 kgfm;
  • Câmbio: automático, cinco marchas;
  • Consumo urbano: 6,5 km/l (E), 10,6 km/l (G);
  • Consumo rodoviário: 8,6 km/l (E), 13,9 km/l (G);
  • Comprimento: 4,49 m;
  • Entre-eixos: 2,70 m;
  • Largura: 1,75 m;
  • Altura: 1,45 m;
  • Porta-malas: 340 l.

Para quem está disposto a explorar modelos de carros usados e quer um carro mais sofisticado na faixa de preço coberta por esta lista, vale voltar alguns anos na busca e procurar por um Honda Civic de oitava geração – que, para muitos, é a melhor já vendida no Brasil.

Com R$ 45 mil, é possível encontrar unidades do último ano/modelo 2011 na versão topo de linha LXL com câmbio automático.

Entre os equipamentos, há freios ABS, airbags frontais, controlador de velocidade, rádio com CD player e bancos de couro.

Peugeot 2008 Allure 2016

Visão da frente e lateral do Peugeot 2008 Allure 2016, um dos carros usados bons por até R$ 50 mil
(Imagem: Divulgação/Peugeot)
  • Motor: quatro cilindros, 1.6 16V;
  • Potência e torque: 122 cv e 16,4 kgfm;
  • Câmbio: automático, quatro marchas;
  • Consumo urbano: 6,8 km/l (E), 9,4 km/l (G);
  • Consumo rodoviário: 7,9 km/l (E), 11 km/l (G);
  • Comprimento: 4,16 m;
  • Entre-eixos: 2,54 m;
  • Largura: 1,74 m;
  • Altura: 1,58 m;
  • Porta-malas: 355 l.

Já para quem não quer um carro de entrada nem curte sedãs, uma opção pode ser o SUV compacto Peugeot 2008.

Com R$ 50 mil, já dá para comprar os primeiros exemplares ano/modelo 2016 na versão Allure. Ela traz o mesmo conjunto mecânico que equipa o modelo até hoje: motor 1.6 aspirado e câmbio automático.

Essa é a configuração intermediária do 2008 e já traz ar-condicionado digital de duas zonas, teto solar panorâmico, airbags laterais e controlador de velocidade.

Volkswagen Golf 1.6 Sportline 2012

Visão da frente e lateral do Volkswagen Golf 1.6 Sportline 2012, um dos carros usados bons por até R$ 50 mil
(Imagem: Divulgação/Volkswagen)
  • Motor: 4 cil., 1.6 8V;
  • Potência e torque: 104 cv e 15,6 kgfm;
  • Câmbio: manual, cinco marchas;
  • Consumo urbano: 6,2 km/l (E), 9,4 km/l (G);
  • Consumo rodoviário: 8,1 km/l (E), 12,1 km/l (G);
  • Comprimento: 4,20 m;
  • Entre-eixos: 2,52 m;
  • Largura: 1,74 m;
  • Altura: 1,46 m;
  • Porta-malas: 330 l.

Outra opção para os nem-carros-de-entrada-nem-sedãs é a geração do Golf conhecida popularmente como 4 ½, um hatch com boa dirigibilidade.

A versão Sportline do Golf vem com o mesmo motor 1.6 EA111 do Gol, Voyage, Polo, Saveiro e Fox. A mecânica é descomplicada e tem peças fáceis de serem encontradas.

O melhor de tudo é que o pacote de equipamentos é recheado com faróis de acendimento automático, ar-condicionado digital, freios ABS, airbags frontais, rodas de liga leve e controle de velocidade.

Os exemplares encontrados em classificados têm pouco mais de dez anos de uso e custam de R$ 45 mil a R$ 50 mil. A quilometragem quase sempre está acima dos 120 mil km, o que vai exigir um cuidado extra.

Com informações de Autoesporte

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!