A polícia de Berlim, na Alemanha, anunciou nesta sexta-feira (21) que encerrou oficialmente as buscas pela suposta leoa desaparecida na pequena cidade de Kleinmachnow. Após análises de vídeos e uma procura sem sucesso por DNA que identificasse a espécie, oficiais e especialistas concluíram que o animal era, na verdade, um javali, muito comum na região. 

O que aconteceu? 

  • A busca pela suposta leoa começou após diversos relatos chegarem até a polícia na noite de quarta-feira (19); 
  • O receio se instalou com a chegada de um vídeo que mostrava uma leoa à espreita em alguns arbustos da região — as imagens viralizaram na internet; 
  • Moradores locais afirmaram também ter recebido outro vídeo da felina atacando um javali — duas testemunhas disseram ter visto o animal perseguindo a presa; 
  • Com as denúncias, mais de 200 policiais, veterinários e caçadores especialistas na fauna local foram mobilizados na busca da tal leoa, um alerta para a região ficar em casa e manter seus animais domésticos protegidos também foi emitido. 

Leia mais! 

A operação contou com drones, helicópteros e câmeras termográficas, além da busca por pegadas e outros rastros que o tipo de animal costuma deixar (como restos de presas). Zoológicos, circos e abrigos de animais também foram consultados para verificar de onde a suposta leoa teria fugido, mas nenhuma instituição deu falta de um animal de tamanho porte. 

publicidade

Após análises das equipes, foi concluído que o animal foi confundido com um javali selvagem. Uma foto comparativa entre um javali e uma leoa foi apresentada pelo prefeito de Kleinmachnow, Michael Grubert, durante coletiva de imprensa realizada nesta sexta. A imagem apontou para dimensões parecidas entre os animais, mas também várias diferenças, como na estrutura da coluna (a do javali é mais arqueada). 

Grubert acrescentou que a pesquisa foi feita por dois especialistas independentes que “chegaram à mesma conclusão”. Peter Hemmerden, caçador familiarizado com a região, pontuou na entrevista que se houvesse um leão nos arredores, javalis e seus filhotes não estariam tão calmos. 

Apesar do desfecho, o gestor da cidade defendeu as buscas em larga escala. “O nível de risco era tal que o uso da polícia era justificado.” Com o fim das operações, o toque de recolher implementado na cidade foi cancelado.

Com informações do G1 e DW 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!