Mais uma decisão contrária ao TikTok nos Estados Unidos. As autoridades de Nova York anunciaram que estão banindo a rede social de dispositivos de propriedade da cidade. A medida precisa ser cumprida em até 30 dias e foi tomada por considerar que a plataforma chinesa representa “uma ameaça à segurança das redes técnicas da cidade”.

Leia mais

Questão de segurança

  • A diretriz ordenando a proibição do TikTok foi divulgada nesta quarta-feira (16) após uma revisão do Comando Cibernético de Nova York.
  • Ela prevê que a partir de agora, os funcionários da cidade serão impedidos de baixar ou usar o aplicativo e acessar o site dele de qualquer dispositivo de propriedade da cidade.
  • “Embora as mídias sociais sejam ótimas para conectar os nova-iorquinos uns com os outros e com a cidade, temos que garantir que estamos sempre usando essas plataformas de maneira segura. O NYC Cyber Command explora e avança regularmente em medidas proativas para manter os dados dos nova-iorquinos seguros”, disseram as autoridades da cidade em comunicado enviado ao The Verge.

TikTok é motivo de preocupação nos EUA

  • A decisão também citou diretrizes do Escritório de Gestão e Orçamento dos EUA que desencorajam o uso do TikTok em dispositivos do governo, bem como a legislação federal aprovada no início deste ano que proibiu o aplicativo.
  • Essa tem sido uma discussão recorrente no país.
  • O Congresso americano tenta aprovar uma legislação que impeça o uso do TikTok em todo o território nacional, alegando que o aplicativo e sua proprietária chinesa, a Bytedance, podem usar os dados que coleta para espionar os americanos.
  • Vários estados dos EUA já baniram a rede social em dispositivos de propriedade do governo.
  • Em maio, o governador de Montana, Greg Gianforte, tentou ir além ao assinar um projeto de lei proibindo o aplicativo para todos os habitantes do estado.
  • A decisão, no entanto, foi questionada na justiça pelo próprio TikTok sob o argumento que infringia os direitos de liberdade de expressão dos cidadãos de Montana.
  • O aplicativo também divide opiniões da população americana.
  • Uma pesquisa realizada pelo Pew Research Center indica que a maioria dos adultos do país (59%) consideram a rede social chinesa como uma ameaça à segurança nacional (veja mais clicando aqui).

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!