O avanço da inteligência artificial, representada no ChatGPT, por exemplo, está forçando um redesenho do mercado de trabalho. Um dos principais temores relacionados à tecnologia é exatamente que ela possa acabar com alguns empregos. Agora, um estudo da IBM aponta que cerca de 40% dos profissionais precisarão se requalificar nos próximos três anos devido à implementação da IA.

Leia mais

O relatório da IBM analisa como o surgimento da inteligência artificial está afetando os modelos de negócios das empresas. O objetivo da pesquisa era entender como as empresas estão se adequando ao avanço da IA e de que forma estão empregando a tecnologia nas operações diárias.

Foram reunidos dados de dois estudos anteriores, uma pesquisa com três mil executivos de 28 países e outra com 21 mil trabalhadores de 22 nações. Os resultados não deixam dúvidas: a IA causará mudanças na força de trabalho e nas empresas, mas não necessariamente para pior, segundo informações da ZDNet.

publicidade

IA exigirá requalificação profissional

  • Os executivos entrevistados estimaram que 40% da força de trabalho terá que se requalificar nos próximos três anos devido à inteligência artificial.
  • Isso significaria que até 1,4 bilhão das 3,4 bilhões de pessoas que compõe a força de trabalho global, de acordo com estatísticas do Banco Mundial, seria impactada.
  • No entanto, 87% desses executivos esperam que a IA generativa aumente as possibilidades de atuação em vez de acabar com elas.
  • De acordo com a pesquisa da IBM, “mudanças de emprego impulsionadas pela tecnologia relatam um prêmio de taxa de crescimento de receita de 15% em média” e aqueles que se concentram em IA “veem uma taxa de crescimento de receita 36% maior do que seus pares”.
  • “A IA não substituirá as pessoas, mas as pessoas que usam IA substituirão as pessoas que não usam”, aponta o relatório.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!