Os satélites da Starlink, de Elon Musk, foram utilizados para conectar três agências do Bradesco na região amazônica. As unidades bancárias ficam em Tefé, Carauari e Tabatinga, todas no estado do Amazonas. A conexão vai permitir a realização de transações e comunicações online de forma mais rápida para os clientes desses locais.

Leia mais

  • O serviço de conexão das agências aos satélites foi realizado pela Sencinet, integradora de soluções.
  • O Bradesco também planeja instalar a tecnologia em agências nas cidades amazonenses de São Gabriel da Cachoeira, Benjamin Constant e Manicoré ainda neste mês de agosto.
  • O banco destacou que uma das principais vantagens proporcionadas pela solução via satélite é a maior velocidade de resposta para as comunicações do banco, sobretudo em locais nos quais não há nenhuma outra tecnologia de alta velocidade, como a fibra óptica.
  • Por isso, optou pelos satélites de baixa órbita (LEO) da Starlink, segundo informações do portal Tele.Síntese.
  • “A inovação e o uso de tecnologias emergentes para atender os nossos clientes fazem parte do DNA do Bradesco, e os primeiros resultados dessa nova conexão nos permitem afirmar que esse modelo será rapidamente replicado em outras localidades com as mesmas características”, afirmou Walkiria Schirrmeister Marchetti, diretora executiva de TI do Bradesco.
  • A Sencinet também instalou soluções SD-WAN, nova tecnologia que permite uma ampliação significativa dos níveis de segurança em toda a rede, e criou uma parceria com provedores de serviços de Internet (ISPs) locais para estabelecer um segundo link de conexão, com o objetivo de garantir qualidade e estabilidade operacional.
  • O Bradesco tem o padrão de atuar com duas conexões em cada agência e, neste caso, contará com acessos via Starlink e via ISP local.
  • “Usar os satélites LEO possibilita uma velocidade até 100 vezes maior do que o sistema utilizado atualmente, como também pode ser utilizado como contingência em locais que possuem fibra ótica sem opção de segundo link com alta performance”, explicou Jayme Ribeiro, diretor executivo de vendas e marketing da Sencinet.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!