A ‘Honda EM1 e’ foi apresentada no fim do ano passado no Salão de Milão, Itália, como a primeira scooter elétrica da marca japonesa destinada para o mercado global.

Como é a Honda EM1 e

Em 2023, o centro de pesquisa e desenvolvimento da Honda Europa, em Offenbach, na Alemanha, revelou mais detalhes sobre o veículo.

Vídeo relacionado

  • A scooter pesa 95 kg e possui potência máxima de 1,7 kW (o equivalente a 2,3 cavalos) e 9,1 kgfm de torque.
  • Para atender a legislação de ciclomotores de até 50 cc, a velocidade máxima é limitada a 45 km/h.
  • A autonomia é de até 48 km rodando no modo econômico (ECON), informa a Honda.
  • A bateria de íons de lítio de 50,3V e 29,4 Ah fica instalada abaixo do assento.
O motor trifásico sem escovas fica posicionado na roda traseira. Imagem: Divulgação/Honda

Leia mais:

Também há um painel digital, porta USB e outro pequeno porta-objeto no escudo frontal. Quando o assunto é pilotagem, a scooter possui suspensão telescópica na dianteira e dois amortecedores traseiros. Os freios são a disco na dianteira e a tambor na traseira, ambos comandados pelo sistema CBS (Combined Braking System).

publicidade

Scooter com bateria removível

Pensada para ser uma scooter urbana, a Honda EM1 e conta com o sistema Honda Mobile Power Pack, que permite remover a bateria para recarregar em casa usando um carregador especial que funciona em tomadas comuns (100 a 240 V AC).

  • O tempo estimado para uma recarga completa é de cerca seis horas.
  • Já uma bateria com 25% de carga pode alcançar 75% em cerca de duas horas e meia, diz a fabricante japonesa.
A bateria também pode ser trocada por outra unidade carregada, dispensando o tempo de recarga. Imagem: Divulgação/Honda

Lançamento na Indonésia e preço

No Japão e na Europa, a scooter por ser adquirida por aluguel ou assinatura. Este mês, a EM1 e chegou a mais um mercado, a Indonésia — onde 85% das famílias tinham pelo menos uma moto na garagem em 2022, segundo o Ride Apart.

publicidade

A principal diferença é que por lá o veículo será vendido de forma convencional em duas configurações:

  • A EM1 e de entrada custa o equivalente a US$ 2.610, cerca de R$ 12,7 mil na cotação atual sem impostos.
  • A versão com bateria extra sai por US$ 2.936, R$ 14,3 mil.

Segundo a Honda, a EM1 e é a primeira de uma série de veículos projetados para alcançar a neutralidade de carbono até 2050.

publicidade

Você é fã de duas rodas? Veja nosso guia completo sobre motos elétricas.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!