Pouco mais de 360 mil. Esse foi o total de pousos e decolagens que colocou a família Phenom de jatinhos da Embraer no topo do ranking de aeronaves mais usadas nos EUA. É a primeira vez que um jato executivo da fabricante brasileira atinge essa posição no país.

Para quem tem pressa:

  • O jatinho Phenom 300, da Embraer, é o mais usado nos EUA, segundo ranking da Administração Federal de Aviação (FAA, na sigla em inglês);
  • O jato executivo superou o estadunidense Cessna Citation, que ficou em segundo, por 1,4 mil viagens;
  • Em comparação ao Citation, o Phenom é menor, mas queima menos combustível, possui mais velocidade e alcance e custa cerca de um terço menos;
  • No entanto, a Embraer ficou atrás da Textron (fabricante de modelos do Citation) no quesito “maior fornecedor de jatos executivos” no país.

Segundo a lista – elaborada pela Administração Federal de Aviação (FAA, na sigla em inglês) e divulgada primeiro pela Bloomberg – o total do Phenom 300 foi 1,4 mil viagens maior que o Cessna Citation Excel, modelo estadunidense que ficou em segundo.

Leia mais:

O vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Geraldo Alckmin (PSB), comemorou numa rede social. Veja abaixo:

publicidade

Jatinho da Embraer

Nos últimos 12 meses, o Phenom 300 teve 360,3 mil pousos e decolagens registrados em aeroportos dos EUA, segundo a FAA. Já o Cessna Citation Excel pousou e decolou 358,9 vezes.

Em comparação ao modelo estadunidense, o Phenom é menor, só que mais econômico. A aeronave queima menos combustível, possui mais velocidade e alcance e custa cerca de um terço menos. É o que disse Brian Foley, consultor de aviação privada, em entrevista à Bloomberg.

Segundo a Embraer, o Phenom 300 é o “jato executivo de maior sucesso da última década” e o veículo de categoria leve “mais vendido por dez anos consecutivos”.

Apesar da família Phenom ser de uma fabricante brasileira, ambos os modelos – 100 (jato ultraleve) e 300 (jato leve) – são montados em Melbourne, na Flórida.

A Embraer lançou o Phenom 100 em 2008, com 400 modelos construídos de lá para cá. Já o Phenom 300 veio em 2009 e teve 600 unidades fabricadas.

Porém…

Apesar do jatinho da Embraer ser o mais usado nos EUA, o posto de maior fornecedora de jatos executivos no país segue com a Textron (fabricante de modelos do Citation – por exemplo, o Cessna que ficou em segundo no ranking).

Em 2022, a empresa entregou 178 aeronaves desse tipo, enquanto a Embraer vendeu 102. Em nota à Bloomberg, a Textron afirmou que “um em cada três jatos executivos em todo o mundo é um Cessna Citation”.

Pode até ser. Mas nos EUA – que concentra 80% dos voos de jatinhos no mundo – teve mais Phenom da Embraer no céu.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!