Aos poucos vamos descobrindo mais recursos que estarão no Android 14 e desta vez um novo rumor reforça a comunicação via satélite para emergências. De acordo com um desenvolvedor chamado Neïl Rahmouni, o Google firmou parceria para utilizar serviços da Garmin para entregar este tipo de conectividade em mais de 150 países.

Leia mais:

O que você precisa saber:

  • O Android 14 pode entregar um serviço de socorro por satélite feito pela Garmin em seus próprios produtos
  • Os satélites utilizados pela empresa circulam em baixa órbita e isso garante maior cobertura, atualmente presente em mais de 150 países
  • Se este serviço for utilizado pelo Google, ele será muito mais abrangente do que a solução adotada pela Apple com satélites estacionários
  • A solução da Garmin utiliza uma central de suporte, que recebe a informação de SOS e entra em contato com o serviço de emergências do local

O indício inédito apareceu em linhas de código dentro do aplicativo Google Mensagens, que já deu as caras recentemente mostrando uma interface diferente para quando o usuário está no modo de SOS por satélite. “Para dúvidas sobre sua emergência, ligue para Garmin Response em TEXT. Para relatar uma nova emergência, ligue para o número de emergência local”, diz o aplicativo.

O campo TEXT ainda está aberto, pois o código foi encontrado em uma versão de testes do Google Mensagens, software do gigante das buscas para gerir conversas como SMS e está presente em diversos aparelhos para além dos Pixel.

publicidade

Garmin utiliza satélites de baixa órbita

O site da própria Garmin afirma que neste momento, para seus produtos, o usuário tem acesso aos satélites em mais de 150 países espalhados pelo mundo, em todos os continentes da Terra. O nome adotado pela marca é Garmin Response, que utiliza a constelação de satélites de baixa órbita para receber os dados sobre a emergência, para então chamar o serviço de socorro local.

A parceria entre Google e Garmin, mesmo com o serviço no lado da empresa conhecida pelo GPS e relógios inteligentes, pode não envolver todos os mais de 150 países onde seus satélites passam atualmente. Mais detalhes devem ser anunciados junto do lançamento do Android 14.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!