Google e Microsoft se reuniram com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) em um evento da Organização das Nações Unidas (ONU). Foram anunciados projetos relacionados à conectividade.

O encontro reuniu as gigantes da tecnologia em Nova York (EUA) e serviu para reforçar compromissos com a agenda da ONU. Um deles é a plataforma Partner2Connect, que angariou um montante superior a US$ 32 bilhões para ampliar o acesso à internet para regiões mais isoladas.

Confira alguns dos principais projetos apresentados na reunião:

Ampliar acesso à internet de alta velocidade

A Microsoft declarou que pretendente, em parceria com governos e empresas de telecomunicações e energia, levar o acesso à internet de alta velocidade a 250 milhões de pessoas em comunidades atualmente não conectadas ou com conexões insuficientes até o final de 2025. Do total de beneficiados, 100 milhões estão em países africanos.

publicidade

Leia mais:

Investimento em inteligência artificial

O Google anunciou um investimento de US$ 25 milhões em subvenções para 15 projetos de Inteligência Artificial como parte do seu Desafio de Impacto dos Objetivos Globais na IA para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Esses projetos beneficiarão regiões como Quênia, África do Sul, Filipinas e Índia.

Ampliação da cobertura de satélites

A Associação Global de Operadores de Satélite (GSOA), anteriormente conhecida como Associação de Operadores de Satélite da EMEA (ESOA), assumiu o compromisso de expandir a cobertura via satélite em áreas habitadas, com a meta de beneficiar pelo menos 500 milhões de pessoas até 2030. O plano prevê um investimento de mais de US$ 250 bilhões ao longo desse período.

ConectaLAC: plataforma de investimento

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) anunciou soluções financeiras para minimizar riscos nacional e regionalmente. O objetivo é apoiar o financiamento de ativos de infraestrutura digital, abrangendo elementos como backbone, data centers, cabos submarinos e satélites.

O ConectaLAC é uma ferramenta desenvolvida para investidores e gestores públicos. Ela permite o mapeamento da conectividade digital em 26 países da América Latina e do Caribe, identificando, assim, as melhores oportunidades para investimentos.

Compromissos de infraestrutura em países subdesenvolvidos

A ZTE reafirmou seu compromisso de investir anualmente US$ 400 milhões na construção de infraestrutura de redes de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) em países em desenvolvimento ou com menor desenvolvimento (LDC, LLDC e SIDS) até 2025.

Formação em habilidades digitais

A Telenor, operadora norueguesa, tem como objetivo capacitar 3 milhões de pessoas para desenvolverem habilidades digitais até 2025. E a Millicom, que atua na América Latina, está empenhada em formar 99 mil mulheres em 2023 e mais 100 mil em 2024, promovendo a formação de talentos femininos na região.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!