De acordo com um levantamento da Brasscom, o mercado de tecnologia no Brasil vai gerar 797 mil vagas de emprego até 2025. Com a estimativa, capacitação e formação de profissionais para o setor se tornou o tema de um encontro entre a associação e o secretário de Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento Social do MCTI, Inácio Arruda. 

O que você precisa saber: 

  • A reunião, que foi virtual, aconteceu na terça-feira (19); 
  • A média, segundo levantamento, é de 150 mil empregos gerados por ano no Brasil pela área de tecnologia; 
  • Outro dado do estudo mostra que a remuneração dos profissionais de TIC é 2,9 vezes maior do que a média de trabalhadores de outros setores; 
  • Para atender a demanda, a Brasscom está lançando jornadas profissionais. 

Leia mais! 

Arruda reforçou que o governo federal, por meio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), busca o diálogo com o setor produtivo para estabelecer projetos e ações que resultem na formação profissional para a área de TIC. 

publicidade

A gente precisa reunir setor público e empresas para estabelecer uma jornada contínua para os próximos anos que dê resposta a essa defasagem de capacitação. 

Inácio Arruda, secretário de Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento Social do MCTI. 

A Brasscom explicou que, para atingir as metas dos próximos anos, iniciará programas de capacitação. Uma dessas ações será a “Jornada de Talentos: Competitividade do Ambiente e Inclusão”, que prevê a formação de talentos em TIC em grande escala em todo o país, em articulação entre governo, setor privado e terceiro setor. 

Faltam trabalhadores para as vagas que vão ser disponibilizadas no setor de tecnologia. Nesse sentido, a Brasscom está iniciando jornadas até 2030 pensando em como as tecnologias podem alavancar o Brasil nos níveis regional e global. 

Sérgio Sgobbi, diretor de Relações Institucionais e Governamentais da Brasscom. 

A diretora de Popularização da Ciência, Tecnologia e Educação Científica do MCTI, Juana Nunes, acrescentou que o ministério atuará na formação em TIC por meio do Programa Conecta e Capacita. O programa vai expandir a infraestrutura de redes e conectividade para educação e pesquisa.  

Uma parte significativa do programa está com o MCTI, que é a capacitação digital. Vamos estruturar programas menores, dentro do Conecta e Capacita, voltados para a formação no setor de TIC. 

Juana Nunes, diretora de Popularização da Ciência, Tecnologia e Educação Científica do MCTI. 

De acordo com o MCTI, a Brasscom conta com mais de 80 empresas de TIC e de tecnologias digitais associadas com sede no Brasil e em vários países do mundo, com diferentes modelos de negócios. A associação promove o setor junto aos atores públicos e privados e entidades representativas, propagando tendências e políticas públicas que buscam o crescimento do mercado.