A Air Europa, companhia aérea espanhola, comunicou nesta terça-feira (10) que sofreu um ataque cibernético em seu sistema de pagamentos online que deixou expostos detalhes de cartões de crédito de alguns de seus clientes. A empresa não especificou quantas pessoas foram afetadas, mas disse que já notificou todas as vítimas e as instituições financeiras. 

Para quem tem pressa: 

  • Air Europa foi atingida por uma violação de sistema de cartão de crédito — a intenção era justamente obter os tipos de dados; 
  • A empresa não especificou o número de clientes afetados, nem estimou o impacto financeiro do ataque cibernético; 
  • Ela garantiu, no entanto, que nenhuma outra informação foi exposta; 
  • De acordo com um e-mail de instrução visto pela Reuters, a empresa pediu aos clientes afetados que cancelassem o cartão exposto “para evitar possível uso fraudulento de suas informações”. 

Leia mais! 

Não há evidências de que a violação tenha sido usada para cometer fraude. 

Air Europa em comunicado. 

Segundo informações da Reuters, a OCU, associação espanhola de consumidores e usuários, recomendou que os utilizadores que receberam o e-mail sigam os conselhos da empresa, no entanto, ela apelou ao órgão de vigilância da proteção de dados do país para investigar quando ocorreu o ataque cibernético, uma vez que o uso não autorizado dos cartões expostos pode ser anterior ao alerta da empresa. 

publicidade

Air Europa multada em outra violação de dados 

A cautela da OCU ocorre devido à Air Europa já ter sido multada, em 2021, pela má gestão de outra violação que afetou 489 mil clientes em 2018. A companhia aérea só comunicou o incidente 41 dias após o ocorrido, enquanto as empresas são obrigadas a fazê-lo no prazo de 72 horas.