A segurança de senhas é um aspecto crítico da proteção de contas online. No entanto, um estudo recente da NordPass, uma empresa de gerenciamento de senhas, revelou que as senhas mais usadas no mundo ainda são extremamente fracas.

A pesquisa analisou um banco de dados massivo de informações obtidas de vários vazamentos de dados e descobriu que muitos usuários continuam a usar combinações facilmente adivinháveis que colocam suas contas em risco significativo.

publicidade

Leia mais:

Uma das descobertas mais perturbadoras é a popularidade duradoura de “123456” como a senha mais comum do mundo. Essa sequência incrivelmente previsível liderou a lista por quatro dos cinco anos do estudo da NordPass, destacando as práticas relaxadas adotadas por uma parcela significativa de usuários da internet.

Veja a lista de senhas mais usadas pelos usuários do conjunto total de dados obtidos, e também especificamente do Brasil.

RankingMundoBrasil
1123456admin
2admin123456
31234567812345678
4123456789102030
51234123456789
61234512345
7passwordgvt12345
812312345678910
9Aa123456password
101234567890111111

Segundo a NordPass, todas as senhas citadas acima podem ser descobertas por hackers não em questão de minutos, mas sim de segundos. Na verdade, a empresa calcula que a grande maioria das citadas acima são decifráveis em menos de 1 segundo.

A pesquisa da NordPass também identificou padrões distintos nas escolhas em diferentes categorias de plataformas. Os usuários de serviços de streaming, em particular, foram encontrados com os piores hábitos de palavras-chave, optando por combinações extremamente simples e inseguras para proteger suas contas.

Embora as tecnologias de quebra de senha tenham avançado, o estudo destaca que os ataques de malware continuam a ser uma séria ameaça à segurança das contas. As credenciais roubadas, frequentemente adquiridas por meio de malware, são responsáveis ​​por um impressionante 86% de todos os ataques a aplicativos da web. Isso enfatiza a necessidade de os usuários adotarem práticas de senha mais fortes para minimizar o risco de acesso não autorizado.

Melhorias na segurança online

  • A prevalência alarmante de senhas fracas destaca a urgência de resolver essa vulnerabilidade persistente de segurança cibernética.
  • Os usuários devem ser capacitados a criar e gerenciar senhas seguras para proteger suas contas online e informações sensíveis.
  • Isso pode envolver a adoção de gerenciadores de senhas, a implementação de autenticação multifator e o cumprimento de diretrizes mais rigorosas para a criação delas.
  • Além de evitar as senhas óbvias, não é recomendado usar senhas com informações pessoais, como nomes e datas de nascimento, que possam ser facilmente descobertas.
  • Também é aconselhável usar uma palavra-chave diferente em cada login.
  • O ideal é o uso de letras, números e caracteres especiais, de preferência com um número mais alto de caracteres.