As autoridades do Reino Unido estão trabalhando para determinar a origem do primeiro caso humano de uma nova cepa da gripe suína. Na segunda-feira (27), a Agência de Segurança Sanitária do país confirmou que uma pessoa testou positivo para Influenza A H1N2v.

Leia mais

Paciente já está recuperado

  • De acordo com dados preliminares, a infecção é geneticamente única.
  • Após o início dos sintomas respiratórios, o paciente realizou um teste para a gripe em 9 de novembro.
  • O sequenciamento genômico e o teste de PCR identificaram posteriormente que se tratava de uma infecção pelo H1N2v.
  • Não foram divulgados maiores detalhes sobre a idade do paciente, mas foi confirmado que ele teve uma doença leve e já se recuperou totalmente.
  • As informações são da ScienceAlert.

Nova cepa da gripe suína

Surtos de gripe suína, uma doença respiratória causada por vírus da gripe tipo A, ocorrem com frequência em porcos. Os humanos, no entanto, também podem ser infectadas.

Estamos trabalhando rapidamente para rastrear contatos próximos e reduzir qualquer potencial disseminação. De acordo com os protocolos estabelecidos, as investigações estão em andamento para saber como o indivíduo adquiriu a infecção e avaliar se há mais casos associados.

Meera Chand, diretora de incidentes da Agência de Segurança Sanitária do Reino Unido

Os vírus influenza que normalmente circulam por populações de animais – como aves, cavalos ou porcos – e que infectam apenas esporadicamente humanos são conhecidos como vírus variantes da gripe. Isso é representado por um v minúsculo no final do descritor da proteína hemaglutinina (H) e neuraminidase (N) do subtipo. Por isso, H1N2v.

publicidade

Infecções humanas com subtipos de Influenza A, H1N1v, H3N2v e H1N2v, foram identificadas anteriormente, com os primeiros casos humanos dos Estados Unidos neste ano sendo relatados em agosto.

Embora o H1N2v nunca tenha infectado humanos no Reino Unido, autoridades de saúde destacam que, desde 2005, 50 casos foram identificados em outras partes do mundo. Segundo especialistas, esse vírus geralmente não têm a capacidade de se espalhar para outras pessoas. A infecção acontece pelo contato direto ou indireto com porcos.

A Agência de Segurança Sanitária do Reino Unido orienta que qualquer pessoa que apresente sintomas respiratórios deve evitar o contato com outras pessoas, especialmente aquelas que são idosas ou vulneráveis devido a condições médicas existentes.

Para limitar a propagação do vírus da gripe entre porcos e humanos é recomendado lavar as mãos antes e depois do contato com os animais, não comer ou beber ao redor deles e evitar o contato com suínos que apresentem sinais de doença.