A conta Nintendo é feita nas plataformas oficiais da fabricante de videogames e detém informações como nome completo dos usuários, dados dos cartões de créditos e outras informações que podem ser abduzidas durante invasões hacker. A seguir, aprenda a como deixar a sua conta mais protegida.

Leia mais:

publicidade

Por que proteger uma conta Nintendo?

Pessoa jogando no Nintendo Switch com console apoiado no colo
Imagem: Divulgação/Nintendo

A loja da Nintendo vende jogos de videogames para os consoles da marca, e cada game possui um valor específico. Então, para adquirir um ou mais jogos, os usuários precisam cadastrar os dados pessoais e as informações de um cartão de crédito –– estes dados, no entanto, podem cair em mãos erradas e servir como uma forma de realizar compras sem a sua permissão.

Apesar de a segurança da plataforma ser mais eficiente hoje em dia, cerca de 160 mil contas já foram hackeadas no passado: as vítimas tiveram os dados roubados e o cibercriminosos podem ter utilizado os números de cartão de crédito para realizar compras sem a permissão dos donos do perfil.

publicidade

Por isso, assim como ocorre em outros sites de compras (como Amazon, Shopee, e Shein), os usuários devem tomar uma série de medidas para proteger a conta Nintendo e dificultar o acesso não autorizado aos seus dados. Veja algumas dicas a seguir.

Como deixar a sua conta Nintendo mais protegida?

Nintendo Switch (Imagem: André Fogaça/Olhar Digital)
Nintendo Switch (Imagem: André Fogaça/Olhar Digital)

É possível criar uma conta Nintendo diretamente pelo console ou utilizando o site da fabricante pelo navegador do computador/celular. Uma vez que o perfil for criado, o usuário deve acessá-lo pelo computador e realizar uma série de mudanças para manter um alto nível de segurança da conta. Para isso, faça o login, acesse a aba “Configurações de acesso e segurança” e edite as informações a seguir:

  • Insira um e-mail adequado: adicione uma conta de e-mail a qual você detenha facilidade em checar notificações (como um app no celular). Isso é necessário por que, caso alguém faça login na sua conta sem sua autorização, será mais rápido para você verificar a tentativa de invasão;
  • Defina um ID de acesso: esta chave é única e permite o login de forma simples, mas sem comprometer seu endereço de e-mail;
  • Escolha uma senha forte: crie uma senha de 20 caracteres (que é o máximo) alternando entre letras (maiúsculas e minúsculas), números e caracteres especiais;
  • Defina um método de acesso específico: a Nintendo recomenda que você permita um login apenas pelo ID de Acesso, de maneira que, mesmo se alguém descobrir seu e-mail, ainda estará impossibilitado de entrar na sua conta. No entanto, é possível manter ambos os métodos de acesso: por e-mail e ID;
  • Cadastre uma chave de acesso: use uma digital ou reconhecimento facial para dificultar a entrada de pessoas não autorizadas à sua conta;
  • Ative a verificação em duas etapas: escolha um aplicativo de autenticação (como o Authy) e o sincronize com sua conta Nintendo, de maneira que só será possível fazer login com um código específico de acesso. Ou seja, mesmo se descobrirem seu e-mail e senha, ainda terão outra barreira de segurança para ultrapassar.