O que era uma expectativa se tornou realidade. O Bard agora pode criar imagens a partir de textos. A novidade é possível graças à inteligência artificial. O sistema do Google é bastante semelhante ao do Microsoft Bing/Copilot.

Leia mais

Criando imagens com inteligência artificial

De acordo com o Google, o usuário poderá criar imagens para trabalhar, jogar ou para qualquer outra atividade. Todo o processo será realizado com auxílio do modelo Imagen 2, lançado no final do ano passado e que permite criar “imagens de alta qualidade, alta resolução e esteticamente agradáveis”.

Além disso, o Google empregou o SynthID, um algoritmo que cria uma marca d’água invisível para informar que o conteúdo foi criado por IA.

publicidade

O recurso, entretanto, só funciona com comandos em inglês, mesmo em países que não adotam a língua como oficial, caso do Brasil, onde o Bard também já entrou em funcionamento.

Para usar o novo comando basta digitar algumas palavras e clicar em “Gerar mais”. É possível gerar quatro imagens de uma vez (como o Bing/Copilot), e há lites diários de uso.

Contudo, a tecnologia não gera imagens de conteúdos prejudiciais, enganosos ou explícitos. Comandos com pessoas famosas ou rostos foto-realísticos também serão bloqueados.

Bard google
Google anunciou novidades no Bard (Imagem: gguy/Shutterstock)

Sistema de dupla verificação

  • Outra novidade anunciada pelo Google é a nova função de Dupla Verificação.
  • Ela vai facilitar o processo para confirmar as informações oferecidas pela IA.
  • Assim, será possível fazer pesquisas mais aprofundadas sobre o tema, sem depender exclusivamente do chatbot.
  • A ferramenta estará disponível em 230 países e territórios e mais de 40 idiomas, incluindo o português.