O que Taylor Swift e Elon Musk têm em comum? Além de voarem o mundo em seus jatos particulares, ambos não estão felizes com a ação de um jovem que rastreia e compartilha em suas redes informações sobre pouso, decolagem e rota dessas aeronaves de famosos.

Leia mais:

A famosa cantora do pop, assim como o empresário criador da Tesla já havia feito, está movendo uma ação legal contra Jack Sweeney, um estudante universitário. As informações partem do site The Verge.

  • A equipe jurídica de Taylor Swift já entrou em contato com Sweeney antes. Na ocasião, enviou ao jovem uma carta, solicitando que os rastreios do jatinho da artista parassem, assim como a divulgação dos pousos e decolagens.
  • A carta ainda relata que os posts do universitário nas redes sociais causam “danos diretos e irreparáveis, bem como sofrimento emocional e físico”.
  • Os advogados alegam que os atos de Jack Sweeney se classificam como “comportamento de perseguição e assédio”.
  • Caso o jovem não pare com os rastreios, Swift “não teria escolha a não ser buscar todo e qualquer recurso legal” para impedir o jovem, conclui a carta.

“Acho importante frisar que não pretendo causar danos. Na verdade, acho que Swift tem algumas ótimas músicas. Apenas acredito na transparência e na informação pública”, escreveu Sweeney, em um e-mail para o The Verge.

publicidade

As informações que o universitário compartilha, na verdade, já são públicas. Elas ficam disponíveis no site da Administração Federal de Aviação e por sinais transmitidos pelos jatos particulares. Sweeney apenas torna essas informações mais fáceis de acessar, publicando tudo em suas redes sociais.

Motivação de Jack Sweeney seria de conscientizar para proteger o meio ambiente

Além dos dados com padrões de pouso e decolagens dos jatos particulares de famosos, Jack também costuma compartilhar o uso estimado de combustível dessas aeronaves e qual seria a emissão de gases que contribuem para o efeito estufa em cada um desses voos.

Um estudo de 2022 que analisou quais famosos que usam jatos particulares causam mais danos ambientais por emissão de carbono colocou Taylor Swift no topo da lista. Sua equipe respondeu a esse caso, na época, dizendo que “O jato de Taylor é emprestado regularmente a outras pessoas. Atribuir a ela a maioria ou todas essas viagens é flagrantemente incorreto”.

Jack Sweeney, em conato com o The Verge, questionou essa explicação, dizendo que a equipe de Taylor Swift se contradiz, tanto para explicar a emissão de carbono da artista quanto na carta em que ele recebeu a ameaça de sofrer ações legais.

“É um evento é assustadoramente semelhante a dezembro de 2022, quando Elon Musk tuitou que tomaria medidas legais contra mim”, escreveu o jovem. Musk havia banido Sweeney do Twitter/X, o que levou o jovem a migrar para o Threads. O dono da Tesla acusou o universitário de estar postando “coordenadas de assassinato”.

O jovem conseguiu voltar ao X, e compartilhando novamente dados do jato particular de Elon Musk, mas com um atraso de 24 horas em relação ao voo. Em outras redes, como Threads, Instagram, Facebook, Bluesky e outros, ele segue administrando várias contas em que compartilha informações dos voos particulares de Musk e outras figuras públicas.