Um juiz federal dos Estados Unidos marcou para 9 de setembro de 2024 o início do julgamento por júri de uma ação antitruste movida pelo Departamento de Justiça (DOJ) do país e uma coalizão de estados contra o Google, segundo a agência de notícias Reuters. A empresa é acusada de abusar de sua dominância na tecnologia de publicidade digital. 

Para quem tem pressa:

  • Um juiz federal dos EUA agendou para 9 de setembro de 2024 o início do julgamento de uma ação antitruste contra o Google, movida pelo Departamento de Justiça (DOJ) dos EUA e vários estados. Empresa é acusada de monopolizar o mercado de publicidade digital;
  • O Google contesta as acusações. A big tech argumenta que a ação, se bem-sucedida, poderia retardar a inovação, aumentar os custos de publicidade e dificultar o crescimento de pequenos negócios e veículos de comunicação;
  • Além deste caso, o Google enfrentará outro julgamento em março de 2025 no Texas, e um terceiro em Washington, D.C. Os julgamentos destacam os desafios regulatórios e legais significativos que o Google enfrenta.

O DOJ, a Virgínia e outros estados haviam solicitado uma data em julho para o julgamento em Alexandria. No entanto, a juíza distrital dos EUA, Leonie Brinkema, apontou que realizar um julgamento no verão apresentaria problemas logísticos.

Leia mais:

Google
(Imagem: kovop/ Shutterstock)

A ação judicial, apresentada em janeiro de 2023, alega que o Google monopolizou o mercado de publicidade digital, o que teria prejudicado a concorrência. Além disso, o processo sugere que o Google deveria ser obrigado a vender seu conjunto de gerenciamento de anúncios.

publicidade

O Google negou as acusações. A empresa argumenta que, caso a ação seja bem-sucedida, isso “desaceleraria a inovação, aumentaria as taxas de publicidade e dificultaria o crescimento de milhares de pequenas empresas e veículos de comunicação”. 

Tanto os representantes do Google quanto do Departamento de Justiça recusaram o pedido de comentário da agência de notícias sobre a data do julgamento. 

Outros processos contra o Google

Em um processo separado, o Google enfrentará julgamento em março de 2025 num tribunal federal no Texas. A ação também desafia as práticas de tecnologia de anúncios da big tech.

Além disso, num terceiro caso, espera-se que um juiz federal em Washington, D.C., ouça os argumentos finais em maio em processos do DOJ, Colorado e outros estados sobre a dominância do Google nas buscas na web. 

Este conjunto de ações legais sublinha os desafios regulatórios significativos que o Google enfrenta, referentes à sua operação nos mercados de publicidade digital e buscas na internet.