Com novo recorde em valor de mercado, a Nvidia está muito próxima de ultrapassar a Amazon como empresa mais valiosa no ranking de Wall Street. De acordo com a Reuters, um aumento de 40% em sua capitalização elevou seu valor para US$ 1,715 trilhão, apenas 3% abaixo do US$ 1,767 trilhão da Amazon. 

O que você precisa saber: 

  • Impulsionada pela IA, a escalada da Nvidia contra a Amazon ocorre pela primeira vez em 20 anos; 
  • Não apenas a big tech de Jeff Bezos, mas a fabricante de chips também está diminuindo a distância da Alphabet, dona do Google — ela está 6% abaixo do valor de US$ 1,8 trilhão da empresa, de acordo com dados LSEG; 
  • As ações da Nvidia já subiram 1,8% em 2024 — isso depois que as ações mais que triplicaram em 2023; 
  • A Nvidia é a quinta empresa mais valiosa do mercado de ações dos EUA e a fabricante de chips mais valiosa entre todas as outras; 
  • Recentemente, ela experimentou um novo recorde em valor de mercado, retornando de vez para o clube do trilhão (dias atrás, seu valor estava em US$ 1,52 trilhão); 
  • A empresa deve reportar resultados oficiais no dia 21 deste mês. 

Leia mais! 

Apesar do entusiasmo em torno da IA também estar beneficiando outras companhias, como a Meta, a Nvidia tem sido a principal beneficiária na corrida para incorporar a tecnologia em produtos e serviços. Isso porque a fabricante vende, digamos, o ‘coração’ para o funcionamento otimizado da IA: os processadores — grandes empresas estão gastando bilhões de dólares com a Nvidia para comprar seus novos produtos. 

publicidade

Recentemente, a companhia, que já domina 90% do mercado de chips de IA, anunciou uma nova família de GPUs, a GeForce RTX 40 SUPER Series. Apresentados durante a CES 2024, que ocorreu este ano de 9 a 12 de janeiro em Las Vegas, os processadores foram pensados para jogos de alto desempenho e PCs alimentados por Inteligência Artificial.   

Conforme lembrou a Reuters, a última vez que a Nvidia foi mais valiosa do que a Amazon foi em 2002, quando cada uma valia menos de US$ 6 bilhões.