A empresa OceanGate processou um ex-funcionário que alertou a alta administração sobre problemas sérios no design do submersível Titan, anos antes de um acidente fatal. Segundo informações obtidas pela ABC News, David Lochridge, ex-diretor de operações marítimas da empresa, foi demitido em 2018 após produzir um relatório detalhado sobre as falhas estruturais e no sistema de monitoramento da embarcação.

O relatório de Lochridge destacava a ineficiência do design do casco do Titan e alertava para a necessidade de encontrar novos métodos de teste para detectar rachaduras ou buracos na estrutura. Durante uma reunião com o CEO da OceanGate, Stockton Rush, Lochridge contestou a eficácia dos sensores acústicos propostos pela empresa, argumentando que não ofereceriam tempo suficiente para reações dos pilotos em caso de falha iminente.

Leia mais:

Após a reunião, Lochridge foi demitido apenas três dias depois. Ele então apresentou uma queixa à Osha, alegando que a OceanGate violou a Lei de Proteção ao Marinheiro, que proíbe retaliações contra trabalhadores marítimos que participam de atividades relacionadas ao cumprimento das leis e normas de segurança marítima.

Relembre o caso

  • O submersível, apelidado de Titan, submergiu no dia 18 de junho de 2023. Os turistas queriam ver os destroços do Titanic, que estão no Atlântico Norte.
  • O barco de apoio na superfície, o quebra-gelo Polar Prince, perdeu contato com ele cerca de uma hora e 45 minutos mais tarde, segundo a Guarda Costeira dos EUA.
  • Um piloto e quatro passageiros faziam parte da expedição:
    • Stockton Rush, CEO da OceanGate;
    • o bilionário Hamish Harding;
    • Shahzada e Suleman Dawood, um empresário paquistanês e seu filho;
    • Paul-Henry Nargeolet, ex-comandante da Marinha Francesa e considerado um dos maiores especialistas do naufrágio do Titanic.
  • O submersível foi dado como desaparecido a cerca de 700 km ao sul de São João da Terra Nova, capital da província canadense de Terra Nova e Labrador, segundo as autoridades canadenses, na área onde ocorreu o naufrágio do Titanic, em 1912.
  • No dia 22 de junho de 2023, a OceanGate confirmou (e lamentou) a morte da tripulação do submersível.