Uma empresa de análise de dados divulgou este mês quais foram as principais reclamações dos compradores de carros usados nos Estados Unidos em 2023.

O mais citado não tem nenhuma relação com mecânica e pode te surpreender.

Vídeo relacionado

Leia mais:

Os principais problemas dos seminovos

  • A pesquisa realizada anualmente pela J.D Power revela os principais problemas enfrentados pelos proprietários até o terceiro ano de uso de um carro seminovo.
  • No ano passado, os principais pontos problemáticos foram: bugs na central de infoentretenimento.
  • Os mais citados foram erros de conectividade envolvendo o uso do Android Auto, Apple CarPlay e funções controlados por comandos de voz.
  • Alertas confusos dos sistemas de assistência ao motorista e queixas enfrentadas por proprietários de veículos elétricos (EVs) também foram destaque.
Carros
Imagem: Alf Ribeiro/ Shutterstock

Enquanto os fabricantes de automóveis continuam adicionando novos sistemas de assistência ao condutor (ADAS) nos carros, alguns proprietários têm dificuldade em se adaptar à tecnologia. Uma das principais fontes de descontentamento são os avisos constantes.

publicidade

Níveis maiores de problemas são experimentados em recursos de assistência ao motorista, incluindo, entre outros, aviso de saída de faixa, de colisão frontal e frenagem automática de emergência“, diz o relatório.

Carros usados estão menos confiantes

  • Segundo o relatório, os proprietários de veículos também estão menos confiantes com os carros usados no mercado americano.
  • A média foi de 190 problemas citados a cada 100 veículos, um salto de 4 problemas por 100 em relação ao ano passado.
  • A taxa de problemas em até três anos de uso também subiu para 17% (eram 12% em 2023).

Isso provavelmente pode ser atribuído ao período tumultuado durante o qual esses veículos foram construídos (pandemia), e os proprietários estão mantendo seus veículos por muito mais tempo… ressaltando a importância de construir um veículo projetado para resistir ao teste do tempo.

Frank Hanley, diretor sênior de benchmarking automotivo da JD Power.

E os carros elétricos?

De acordo com o estudo, proprietários de veículos híbridos também enfrentam menos problemas que donos de veículos totalmente elétricos — 216 a cada 100, contra 256 reclamações a cada 100, respectivamente.

publicidade

Curiosamente, os proprietários de veículos elétricos tiveram que trocar pneus durante o terceiro ano de uso a uma taxa quase duas vezes maior que veículos movidos a gasolina. Isso pode ser atribuído ao fato de os EVs serem bem mais pesados ​​que modelos equivalentes à combustão.