O Renault 5 de 1970, que ajudou a montadora a se recuperar da crise do petróleo, ganhou uma nova roupagem e se tornou um carro elétrico. O novo modelo, que recebeu o mesmo nome, mas agora com o complemento “E-Tech”, foi apresentado durante o Salão Automóvel de Genebra.

Tudo sobre o novo Renault 5 E-Tech

  • Segundo o CEO da Renault, Luca de Meo, o modelo Renault 5 foi criado para que a empresa pudesse se recuperar da crise do petróleo.
  • Cerca de 15 anos depois, a montadora resolveu remodelar o carro para atender às novas demandas da atualidade.
  • O novo Renault 5 E-Tech é um carro elétrico com um design jovial e cores vibrantes. A empresa o define como “engenhoso, conectado e competitivo”.
  • Possui uma diversidade de modelos com diferentes capacidades e funções de assistência ao motorista.
  • A novidade deve chegar em setembro na Europa.

Leia mais:

Renault 5 E-Tech traz potência para diferentes preferências

A autonomia do Renault 5 E-Tech varia de acordo com a escolha da bateria. Com uma bateria de 40 kWh, pode percorrer até 300 km, pesando 1.350 kg, enquanto a opção de 52 kWh oferece 400 km de autonomia, pesando um pouco mais.

O carro está disponível em três opções de motor: 70 kW, 90 kW e 110 kW. O modelo mais potente pode atingir até 150 km/h e acelera de 0 a 100 km/h em menos de 8 segundos, além de ser capaz de rebocar até 500 kg.

publicidade
Imagem: divulgação Renault

As opções com 90 kW e 110 kW incluem um novo carregador bidirecional de 11 kW, permitindo interações avançadas entre o veículo e a rede elétrica. Além disso, o carro vem com uma série de recursos de segurança e assistência ao motorista, como controle de cruzeiro adaptativo, tecnologia de direção automatizada de nível 2 e frenagem dinâmica.

Também conta com um sistema de infoentretenimento integrado com o Google que disponibiliza uma ampla variedade de aplicativos e um assistente de voz integrado chamado Reno.

Imagem: divulgação Renault

Design do Renault 5 E-Tech é “travesso”

A aparência do novo Renault 5 E-Tech é inspirada em seu antecessor e faz referência ao “estilo travesso” do modelo de 70. As cores são vibrantes e alegres, os faróis têm formato de pupila e no capô o motorista encontra uma grade de ventilação moderna que indica o nível de carga por aproximação.

O projeto interior contou com a parceria do instrumentista, compositor e produtor Jean-Michel Jarre e o Instituto Ircam de Música e Som. A ideia era criar uma experiência sonora única para os ocupantes do veículo, tanto no interior quanto nos sons externos de baixa velocidade.

Imagem: divulgação Renault

Quanto custa o novo Renault 5 E-Tech?

O Renault 5 E-Tech chega ao mercado europeu custando 25 mil euros, o que equivale a aproximadamente R$ 133 mil.