Pesquisadores descobriram que um aglomerado de estrelas bebês misterioso está se movendo pela nossa galáxia em forma de onda. Chamada de Onda Radcliffe, o fenômeno foi descoberto em 2018, mas foram dados adicionais de 2022 que finalmente revelaram em 3D como a estrutura está se movendo pela Via Láctea.

Leia mais:

Onda Radcliffe

A Onda Radcliffe foi descoberta em 2018, usando dados do telescópio espacial Gaia, projeto que mudou a forma como astrônomos estudavam as propriedades tridimensionais da Via Láctea.

Após montarem um mapa 3D, eles publicaram os resultados em 2020, revelando que a estrutura é formada por uma cadeia de 9 mil anos-luz de comprimento de nuvens gasosas em forma de onda, que originavam aglomerados de estrela ao redor dela. Ela fica a apenas 500 anos-luz do nosso Sistema Solar.

publicidade

Um dos pesquisadores descreveu a formação como “a maior estrutura coerente que conhecemos” e que ela esteve lá o tempo todo, os astrônomos só não conseguiam identificá-la porque não podiam construir mapeamentos 3D antes da missão Gaia.

No entanto, na época, os pesquisadores não tinham dados o suficiente para compreender a onda em detalhes, por exemplo, como as estrelas bebês nela se moviam pela galáxia.

Onda Radcliffe se movendo pela galáxia (Foto: Ralf Konietzka, Alyssa Goodman, Telescópio Mundial/Reprodução)

Movimento da onda e das estrelas pela galáxia

Dados recentes da missão Gaia, de 2022, permitiram descobrir isso.

Usando posições dos aglomerados das estrelas bebês, os cientistas conseguiram descobrir como funciona o movimento da estrutura como um todo: a Onda Radcliffe não só se parece com uma onda, mas se comporta como uma.

O site Eureka Alert compara a movimentação ao de uma “ola” em um estádio, com as estrelas indo para cima e para baixo e criando um padrão que permite se mover pela Via Láctea. Eles ainda explicam que elas voltam “para baixo” por causa da gravidade da galáxia.

Imagem da descoberta ainda em 2018 (Foto: Ralf Konietzka, Alyssa Goodman, Telescópio Mundial/Reprodução)

Como a onda surgiu?

  • Ainda não há uma resposta para isso. Descobrir como a onda se comporta pela galáxia foi o primeiro (ou talvez segundo) passo da pesquisa, permitindo que os cientistas voltem a atenção para questões ainda mais desafiadoras, como sua formação ou o porquê de ela se mover assim;
  • Porém, há teorias. Uma delas é que o movimento em forma de onda pode ter sido causado por supernovas (explosões de estrelas massivas), que perturbam a galáxia ao redor;
  • Outra teoria exposta no artigo, publicado na revista Nature, é um aglomerado de matéria escura contribuindo para alterar a gravidade do entorno e influenciar o movimento da onda;
  • No entanto, na própria publicação, eles fazem uma ressalva a isso, dizendo que bastaria a gravidade comum (sem a matéria escura) para fazer a onda se mover;
  • Ainda, eles sugerem que outras estruturas semelhantes à Onda Radcliffe podem estar espalhadas pela galáxia.