De acordo com o The Wall Street Journal, o TikTok pode já ter um potencial comprador, uma vez que um novo projeto de lei dos Estados Unidos propõe a venda ou banimento da plataforma, caso a ByteDance não aliene a empresa. Segundo relatório, Bobby Kotick, ex-CEO da Activision Blizzard, estaria interessado na aquisição, tendo expressado a ideia de uma parceria com Sam Altman, CEO da OpenAI. 

O que você precisa saber: 

  • A proposta teria surgido durante um jantar de conferência na semana passada; 
  • O presidente executivo da ByteDance, Zhang Yiming, também estaria na reunião; 
  • Valores não foram divulgados — mas rumores apontam para a casa dos bilhões de dólares; 
  • O TikTok enfrenta mais um projeto de lei que tenta banir a plataforma de vez dos EUA. Conforme a proposta, que já foi aprovada por unanimidade pelo Comitê de Energia e Comércio, ou a ByteDance vende a rede social em seis meses, ou ela será banida do país. O PL está agora com a Câmara. 

Leia mais! 

Kotick liderou a Activision por mais de 30 anos, deixando a empresa no fim do ano passado — e não de forma feliz, digamos. Em processo resolvido em 2023, ficou decidido que o ex-CEO sabia dos casos de assédio sexual e discriminação de gênero cometidos na empresa, todos sob sua liderança. 

publicidade

Embora a Activision tenha negado os casos e funcionários tenham exigido a renúncia do empresário, ele permaneceu no cargo até a conclusão da aquisição da empresa pela Microsoft. 

Conforme destacou o NYT, uma parceria entre Kotick e Altman na compra do TikTok daria a OpenAI um ‘prato cheio’ para o treinamento de sua IA, sem mencionar o acesso à famosa ‘receita secreta’ de algoritmos da rede social, considerada uma das melhores em entrega de conteúdo. 

TikTok versus EUA 

A briga dos EUA com o TikTok é antiga, tendo início ainda na era Trump, em 2020. Em conflito “eterno” com a China, o país acredita que o aplicativo, controlado pela chinesa ByteDance, é um risco a segurança nacional, já que coleta dados e informações de americanos. 

O novo projeto de lei é o primeiro movimento legislativo significativo após a legislação do Senado para proibir o TikTok ser paralisada no Congresso no ano passado — quando outras medidas foram tomadas, como a proibição do TikTok em celulares do governo. 

A lei teve votação inicial na semana passada, sendo aprovada. A proposta segue agora para Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, que vota na quarta-feira (13), e depois irá para a avaliação do Senado. Vale pontuar que Joe Biden, atual presidente do país, já sinalizou que, se aprovada em todas as instâncias, ele sancionará.