O criador de conteúdo Ninja, streamer de jogos com o maior número de seguidores na plataforma Twitch, foi diagnosticado com câncer. O rapaz de 32 anos, cujo nome real é Tyler Blevins, usou o X (antigo Twitter) para contar aos seus seguidores que os médicos detectaram melanoma – um tipo de câncer de pele – numa pinta removida de seu pé.

“Há algumas semanas fui a um dermatologista para um exame anual de pele/pinta que Jess agendou proativamente para mim,” Blevins escreveu na rede social. “Havia uma pinta na parte inferior do meu pé que eles queriam remover apenas por precaução. Ela voltou como melanoma, mas eles estão otimistas de que pegamos nos estágios iniciais.”

Leia mais:

“Outro ponto escuro apareceu perto dele, então hoje eles fizeram biópsia e removeram uma área maior ao redor do melanoma com a esperança de que, sob o microscópio, eles verão bordas claras não melanoma e saberemos que conseguimos,” continuou Ninja. “Estou grato por ter isso identificado cedo, mas, por favor, tome isso como um aviso de serviço público para fazer exames de pele.”

publicidade

Blevins é um dos streamers de jogos mais famosos do mundo. Além de ter o canal mais seguido na Twitch, ele já apareceu num comercial do Super Bowl e no programa The Tonight Show Starring Jimmy Fallon, bem como em filmes.

O que é melanoma?

Médico examinando pinta que pode ser câncer de pele
(Imagem: damiangretka/iStock)

O melanoma é um tipo de câncer de pele que se origina dos melanócitos, células responsáveis pela produção de melanina, o pigmento que dá cor à pele. É considerado o tipo mais grave de câncer de pele, pois tem maior potencial de se espalhar para outras partes do corpo (metástase).

Confira abaixo alguns pontos importantes sobre o melanoma:

  • Causas: A principal causa do melanoma é a exposição excessiva à radiação ultravioleta (UV) do sol ou de câmaras de bronzeamento artificial. Pessoas com pele clara, cabelos ruivos ou loiros, olhos claros e histórico familiar de melanoma têm maior risco;
  • Sintomas: O melanoma pode se desenvolver numa pinta existente ou surgir como uma nova mancha na pele. Fique atento a sinais como:
    • Alteração no tamanho, formato ou cor de uma pinta;
    • Pintas com várias cores diferentes, como preto, marrom, branco, vermelho, azul ou cinza;
    • Pintas com bordas irregulares ou recortadas;
    • Pintas com diâmetro maior que seis milímetros (tamanho aproximado da borracha de um lápis);
    • Pintas que coçam, sangram ou mudam de aparência;
Ilustração digital de melanoma, tipo de câncer de pele
(Imagem: Christoph Burgstedt/iStock)
  • Tratamento: O tratamento precoce do melanoma é fundamental para aumentar as chances de cura. A principal opção de tratamento é a cirurgia para remoção completa do tumor. Em alguns casos, pode ser necessário tratamento adicional, como quimioterapia, imunoterapia ou terapia alvo;
  • Prevenção: A melhor forma de prevenir o melanoma é se proteger da radiação UV. Aqui estão algumas dicas:
    • Evite exposição excessiva ao sol, principalmente entre 10h e 16h;
    • Use roupas que protejam a pele, como chapéus, camisas e calças;
    • Aplique protetor solar com FPS 30 ou superior nas áreas da pele expostas ao sol, reaplicando a cada duas horas ou após nadar ou se secar;
    • Evite câmaras de bronzeamento artificial;

É importante ficar atento à saúde da pele e realizar autoexames regularmente para identificar qualquer alteração em pintas ou manchas. Se notar qualquer sinal suspeito, consulte um médico dermatologista o quanto antes.

Para saber mais, você pode acessar as páginas dedicadas ao melanoma nos sites do Ministério da Saúde e da Sociedade Brasileira de Dermatologia.