Após sofrer danos causados pelas enchentes que atingiram o Rio Grande do Sul em abril, o Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, deve reabrir apenas no Natal, conforme anunciou o Governo Federal. Decisão ocorre após uma nova vistoria realizada nesta segunda-feira (3) pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), da Fraport. 

O que você precisa saber: 

publicidade
  • Durante a avaliação, foi constatado que será necessário reparar a rede elétrica e realizar reformas na pista; 
  • Segundo o ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, o asfalto da pista está esfarelando e algumas áreas continuam alagadas; 
  • Antes das enchentes, o local realizava uma média de 142 viagens por dia. Desde então, mais de 4,2 mil voos foram cancelados;
  • O aeroporto também é o único no estado com autorização para voos internacionais.  

Leia mais! 

Segundo o governo, um investimento significativo em limpeza e reforma será necessário para que o Aeroporto Salgado Filho volte a funcionar. O ministro de Apoio à Reconstrução do RS, Paulo Pimenta, anunciou que a Fraport, concessionária responsável pelo aeroporto, receberá financiamento para cobrir os serviços de reparo, que não estavam previstos no contrato de concessão. 

publicidade

Vale lembrar que, com o Salgado Filho fechado, a Base Aérea de Canoas passou a ser a opção para voos emergenciais.  

Conforme o Ministério dos Portos e Aeroportos, o número de voos comerciais deve inclusive dobrar a partir de 10 de junho: vai aumentar de 35 para 70 por semana. Em média, serão 10 voos por dia.

publicidade

De acordo com o mais recente balanço da Defesa Civil, subiu para 172 o número de mortes confirmadas pelas fortes chuvas e enchentes que atingem o estado gaúcho. 42 pessoas seguem desaparecidas.