Um fotógrafo foi desqualificado de um concurso após concorrer com uma foto real em uma categoria exclusiva para imagens criadas com inteligência artificial. O detalhe: a fotografia havia ficado em terceiro lugar na premiação.

Leia mais

publicidade
Foto real venceu concurso de IA (Imagem: reprodução/Miles Astray)
  • A foto de Miles Astray mostrava um flamingo em uma posição bastante inusitada.
  • Ela foi inscrita na categoria de IA do 1839 Prêmios de Fotografia Colorida e acabou conquistando a medalha de bronze.
  • Além disso, foi a preferida no voto popular.
  • O fotógrafo afirmou que queria “mostrar que a natureza pode vencer a máquina e que ainda há mérito no trabalho real de criativos reais”.
  • A declaração foi dada ao portal PetaPixel.
inteligência artificial
Criação de obras a partir da IA gera polêmicas (Imagem: jittawit21/Shutterstock)

Discussões sobre obras criadas por inteligência artificial

Após a revelação de que a foto era real, os organizadores do concurso decidiram desclassificar a imagem. Um porta-voz do 1839 Prêmios de Fotografia Colorida disse que cada categoria da premiação tem critérios distintos que precisam ser atendidos.

Nos últimos meses, com o avanço e a popularização da inteligência artificial, vários concursos de arte registraram inscrições de obras criadas a partir da tecnologia. Um dos mais famosos aconteceu durante o Sony World Photography Awards. Boris Eldagsen venceu a edição de 2023 do concurso usando uma foto criada pela IA.

publicidade

Apesar de casos como este sempre provocarem muitas discussões, essa é uma das primeiras vezes que uma obra real ocupa um lugar criado exclusivamente para a IA. O fotógrafo Miles Astray se disse satisfeito com o resultado, uma vez que confirmou a hipótese dele de que “não há nada mais fantástico e criativo do que a própria mãe natureza”.

Ele ainda afirmou que não ficou chateado com a eliminação. E que espera que o caso desperte um debate público sobre os benefícios e armadilhas relacionadas à inteligência artificial.