Carros e Tecnologia

Tesla

Tesla é acusada de acobertar risco de incêndio em carros

Fabrício Filho, editado por Wharrysson Lacerda 04/10/2019 16h51
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Empresa atualizou o software em maio para limitar riscos de incêndio em bateria. Advogado acusa empresa de mascarar problema 'potencialmente perigoso'

A Administração Nacional de Segurança no Trânsito nas Rodovias (NHTSA, na sigla em inglês) está investigando uma atualização de software da Tesla realizada no início deste ano para resolver alguns problemas de incêndios em suas baterias. Proprietários de veículos disseram que a atualização, lançada em maio, diminuiu o alcance dos carros. Alguns, inclusive, processaram a empresa por fraude. 


A NHTSA recebeu, em setembor, uma petição de um advogado que representa alguns dos proprietários. Ele solicitou uma investigação sobre a atualização do software para descobrir se a Tesla estava escondendo um defeito em seus carros que poderia ter causado incêndios relatados no início do ano. "A Tesla está usando atualizações de software para mascarar e encobrir um problema potencialmente amplo e perigoso com as baterias de seus veículos", escreveu. 

Logo após emitir a atualização, em maio, a Tesla disse que a decisão foi tomada "com muita cautela", depois de obter conhecimento de dois incêndios na Ásia. A empresa admitiu que alteraria algumas configurações do software de gerenciamento da bateria que governa os controles térmicos e de carregamento dos carros. Desde então, a Tesla não disponibilizou nenhuma outra informação, nem abordou seus clientes em relação a um menor alcance dos veículos

"Para a maioria dos proprietários, logo depois de atualizar seus carros, descobriu-se que eles haviam sofrido uma queda repentina e significativa na quantidade de milhas disponíveis", escreveu o advogado em petição destinada ao Departamento de Transportes. “Claro que há confusão e incerteza generalizadas em relação ao verdadeiro objetivo da atualização de software em questão e à segurança dos veículos afetados". 

A Tesla é frequentemente elogiada por suas atualizações de software e pelos novos recursos que são disponibilizados. No entanto, as repentinas mudanças não são tão claras em relação a alguns detalhes básicos. No ano passado, vários proprietários testaram o modelo 3 durante semanas para descobrir se ele havia ficado mais lento, após a empresa notificar uma atualização que corrigia um problema com a distância de parada do carro. Em relação à recente acusação, a Tesla ainda não se pronunciou. 

 

Via: The Verge

 
 
Software Bateria carro Tesla incêndio veículos
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você