wifi wi-fi

Saiba como o seu próximo roteador vai melhorar o Wi-Fi da sua casa

Renato Santino 14/01/2019 10h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Mais do que apresentar novas tendências, a CES é o momento em que a tecnologia consolida tendências. TVs flexíveis e com resoluções astronômicas, celulares dobráveis, inteligência artificial, carros autônomos; são todas coisas que estão se tornando realidade, mas ainda parecem distantes, especialmente com as dificuldades que temos no Brasil. O que pouca gente se atenta é que existem tecnologias muito mais próximas das nossas vidas que estão sendo significantemente melhoradas, como o Wi-Fi.


Sim, algumas das novidades mais tangíveis da CES são referentes a roteadores e equipamento de rede sem fio. Empresas como D-Link, TP-Link e Asus deram uma demonstração do que podemos esperar para os roteadores que começarão a chegar ao mercado nos próximos tempos

Wi-Fi 6

A partir de 2019, os padrões do Wi-Fi ganharam um nome mais amigável, então o padrão 802.11ax foi rebatizado para Wi-Fi 6. Por trás da mudança do salto da versão 5 para a 6 existe uma transição tecnológica bastante importante. Primeiro, as velocidades estão consideravelmente maiores: a expectativa é que quando apenas um dispositivo estiver conectado às redes, a velocidade teórica de transferência de dados do Wi-Fi 6 é 40% maior do que era com o protocolo 5.

Reprodução

Mais do que isso, o novo protocolo se baseia na premissa de que cada vez mais dispositivos se conectarão a um único roteador, com a ideia de que pessoas terão PCs, celulares, tablets, consoles, TVs e outros aparelhos conectados. Por isso, o Wi-Fi 6 foi pensado para gerenciar melhor múltiplas conexões, criando menos gargalos, tornando seu uso mais eficiente em lugares públicos, em escritórios ou em casas onde há muitos dispositivos conectados. Para finalizar, o Wi-Fi 6 também foi pensado para economizar energia, então quando seu celular equipado com a tecnologia se conectar a um roteador compatível, o consumo de bateria decorrente do uso de internet será reduzido.

A Asus se antecipou um pouco à CES revelando o primeiro roteador tri-band (operando com até três redes) com Wi-Fi 6 ainda em dezembro: o ROG Rapture GT-AX11000 alcança velocidades de até 11 Gbps, sendo um canal de 2,4 GHz e dois de 5 GHz.

A TP-Link também aproveitou a CES para anunciar a sua primeira família de roteadores Wi-Fi 6, com destaque para o modelo Archer AX11000, que assim como o modelo da Asus é voltado para o público gamer com velocidades teóricas de 11 Gbps divididas em três bandas, sendo uma de 2,4 GHz e duas de 5 GHz.

-> Aprenda a descobrir a senha da sua rede Wi-Fi pelo PC ou celular!

5G

Reprodução

Ok, essa é uma realidade um pouquinho mais distante para nós brasileiros, já que não temos uma previsão para quando as primeiras redes 5G começarão a funcionar no Brasil. No entanto, as coisas já estão começando a andar no exterior, e a D-Link se antecipou e já revelou o seu primeiro roteador 5G, o DWR-2010.

A ação é importante, porque, inicialmente, boa parte do público não terá celulares ou outros dispositivos equipados com tecnologia 5G. A criação de um roteador com essa capacidade permitirá que esses dispositivos mais antigos possam aproveitar o que as redes móveis de quinta geração podem oferecer.

A D-Link promete que o DWR-2010 suporta velocidades de download 40 vezes maiores do que a média dos EUA, que é de 70 Mbps. Na prática, ele é um roteador 802.11ac (ou Wi-Fi 5) que suporta velocidades de até 2,6 Gbps divididos em dois canais: um de 2,4 GHz com velocidades de até 800 Mbps, e outro de 5 GHz com até 1.732 Mbps.

Assistentes

Uma grande aposta dessa CES foram a integração com assistentes virtuais, mais especificamente com a disputa entre Alexa, da Amazon, e o Google Assistente. A D-Link colocou essas tecnologias como parte integral de sua nova linha de roteadores EXO.

Reprodução

O que isso significa? Aqui no Brasil essa tecnologia ainda não pegou porque nenhum produto do tipo foi lançado por aqui, mas lá fora caixas de som conectadas como o Google Home e o Amazon Echo já estão muito populares. Essas caixas contam com microfones que escutam comandos de voz e realizam ações.

Com cada vez mais dispositivos com integração a esses assistentes, suas capacidades estão aumentando consideravelmente. No caso dos novos roteadores da D-Link, isso significa que você pode perguntar para o Google Assistente no seu Home como está a velocidade da conexão ou realizar um ajuste de configuração apenas por comandos de voz.

Será útil? O público vai usar? Só o tempo irá dizer, mas a possibilidade é curiosa.

Redes mesh

Reprodução

As redes mesh são uma tecnologia interessante que permite melhorar a cobertura de Wi-Fi uma casa fazendo com que múltiplos pontos de acesso trabalhem em conjunto de forma inteligente. É melhor do que o sistema com repetidores convencionais, que na prática criam múltiplas redes isoladas, de forma que se você quiser se alternar entre os pontos de acesso você precisa fazer isso manualmente.

A já mencionada linha de roteadores EXO da D-Link foi projetada pensando nas redes mesh. Isso significa que, ao contrário dos kits mesh que são comercializados hoje, o usuário tem a opção de comprar o roteador isolado e posteriormente adquirir os extensores se achar necessário. Os extensores se assemelham bastante a repetidores convencionais, mas com capacidades mesh.

A TP-Link também foi outra que apostou nas redes mesh. A empresa apresentou o Deco X10, que é um kit composto por dois pontos de acesso mesh com capacidades Wi-Fi 6, o que é interessante. A empresa também revelou os extensores RE300, que se combinam com modelos de roteadores Archer A7 e C7 (que já estão no mercado e precisarão de atualização de firmware) para criar uma rede uniforme.


Internet Wi-Fi Roteadores CES 2019
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você