Aparição incomum de lagarta venenosa assusta moradores dos EUA

Animal é peludo e parece inofensivo, mas sua picada foi comparada com uma faca entrando na pele; cientistas esperam que predadores naturais resolvam situação

Leticia Riente, editado por Daniel Junqueira 16/10/2020 17h28
Aparição incomum de lagarta venenosa assusta moradores da Virgínia
A A A

Um animal com aparência muita curiosa tem sido encontrado nos últimos dias no leste do estado norte-americano da Virgínia, nos Estados Unidos. O ser conhecido como lagarta de pus está aparecendo com frequência em parques e assustado moradores, pois apesar de parecer um punhado de pelos, trata-se de um animal venenoso.


De acordo com o Departamento de Silvicultura do estado, a venenosa lagarta é a forma larval da mariposa da flanela meridional (Megalopyge opercularis). Seus “cabelos”, na verdade, agem como camuflagem para cerdas venenosas, que segundo uma moradora do Condado de New Kent, apresentam a sensação de uma "faca escaldante passando pela parte externa da minha panturrilha" quando ela roçou uma lagarta da espécie na porta de seu carro.

Reprodução

Lagarta de pus é venenosa apesar de aparência inofensiva. Créditos: Brett Hondow/Shutterstock

"Existem pequenos fios ocos naquele material fofo e peludo. Ela não vai se aproximar de alguém e morder, mas, se uma pessoa tocar aqueles pelos, vai receber toxinas que causam uma reação", explica Theresa Dellinger, especialista em diagnósticos do Laboratório de Identificação de Insetos da Universidade Virginia Tech. Ela ainda destaca que esta reação pode ser uma erupção cutânea com coceira, vômito, glândulas inchadas, febre e uma dor intensa.

Sobre a aparição incomum do animal na Virgínia, Theresa esclarece que a grande motivação seria as mudanças climáticas pelas quais nosso planeta passa. "Com as mudanças em nosso clima, estamos vendo alguns insetos mudarem a população. Mas é cedo para dizer. Lagartas, mariposas e borboletas têm períodos cíclicos, é tudo uma questão de momento certo e as condições certas", explicou a especialista.

Apesar de os cientistas esperarem que predadores naturais mantenham a situação do animal sob controle, os pesquisadores deverão intervir se o tamanho da população começar a crescer demais. Cabe destacar que geralmente a lagarta de pus é encontrada mais ao sul dos EUA, como Texas e Missouri.

Reprodução

Especialista afirma que animal não ataca, mas que o contato com ele deve ser evitado. Créditos: Terrestre/Shutterstok

Orientação em casos de picada

Os moradores da Virgínia, a recomendação é que, em casos de eventuais picadas, a pele deve ser monitorada para detectar qualquer sinal de vermelhidão ou bolhas. De início, é essencial enxaguar bem o local com água e sabão, colocar gelo e tomar qualquer medicamento para dor. E a dor estiver forte, é importante procurar um médico.

Segundo a CNN, o veneno da lagarta é semelhante a picadas de abelha, por isso é comum que as pessoas que possuem reações alérgicas graves a abelhas também sejam alérgicas à lagarta de pus.

Via: Live Science

Ciência estados unidos EUA animais Ciência&Espaço
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!.

Recomendados pra você