Cientistas descobrem que nossa atmosfera vibra como uma campainha

Tons são causados por imensas ondas de pressão que circulam o globo. Ideia foi proposta pela primeira vez pelo físico francês Pierre-Simon Laplace no século XIX

Rafael Rigues 10/07/2020 09h02
Planeta Terra
A A A

Um estudo conduzido por uma equipe internacional de cientistas conseguiu detectar o movimento de uma série de ondas de pressão que fazem a atmosfera de nosso planeta vibrar como uma campainha: um tom fundamental mais grave, sobreposto por vários tons mais agudos.


A ressonância atmosférica foi proposta pela primeira vez no século XIX pelo físico francês Pierre-Simon Laplace, cuja teoria dinâmica das marés hoje permite aos cientistas prever deformações na atmosfera de um planeta.

Segundo Kevin Hamilton, professor do Centro Internacional de Pesquisas do Pacífico na Universidade do Hawaii e co-autor do estudo, os tons, que não são audíveis, são criados por imensas ondas de pressão que viajam pelo globo, algumas do leste para o oeste, outras na direção oposta. Cada onda corresponde a uma frequência ressonante.

O novo estudo inclui uma análise detalhada de observações da pressão atmosférica ao longo dos últimos 38 anos. Os pesquisadores descobriram dúzias de ondas individuais, que circulam o planeta como que em um padrão quadriculado.

"As frequências observadas e os padrões globais correspondem muito bem àqueles previstos teoricamente", disse Takatoshi Sakazaki, professor assistente na Escola de Ciências da Universidade de Kyoto e autor principal do estudo.

"É empolgante ver a visão de Laplace e outros físicos pioneiros tão completamente validada após dois séculos", afirmou.

Fonte: Futurism

Meio-ambiente Terra meio ambiente planeta terra Ciência&Espaço meteorologia
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você