Sonda Espacial Japonesa

Confira imagens da cratera feita em um asteroide por sonda espacial japonesa

Beatriz Trevisan, editado por Roseli Andrion 25/04/2019 21h30
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Objetivo da missão é coletar fragmentos do asteroide Ryugu, localizado a mais de 300 milhões de quilômetros da Terra, para estudar sua composição físico-química

Na primeira semana de abril, a sonda espacial japonesa Hayabusa 2, da Agência Espacial do Japão (JAXA), lançou uma bomba na superfície do asteroide Ryugu para criar uma cratera. Nesta quinta-feira (25), a JAXA divulgou as primeiras imagens do resultado da explosão.


Fotos do depois do asteroide mostram um pequeno buraco na rocha — que não existia na imagem do antes. O material explosivo estava dentro de um dispositivo em formato de cone e detonou apenas a superfície de Ryugu. O objetivo da missão é coletar fragmentos do asteroide e trazê-los para a Terra para que cientistas possam estudar sua composição físico-química.

A Hayabusa 2 foi posicionada a 500m da superfície do asteroide no momento da explosão para mantê-la segura e, assim, evitar que fosse atingida por fragmentos da denotação. A sonda foi equipada com uma câmera móvel que captou a ação de longe, o que deu à equipe uma ideia de onde e como a explosão ocorreu.

A Hayabusa 2 está circulando na órbita do Ryugu desde junho de 2018. O asteroide está a mais de 300 milhões de quilômetros da Terra e tem cerca de 900m de diâmetro. As rochas interiores do Ryugu não foram expostas ao ambiente espacial por bilhões de anos. Isso significa que o material é mais bem preservado e representa os aspectos de formação das propriedades do asteroide.

Ontem (24), a Hayabusa 2 saiu em busca do local da cratera e encontrou o que provavelmente é o resultado de seu trabalho. Agora, a JAXA vai examinar a cratera e decidir se vale a pena fazer a sonda pegar amostras do asteroide.

Há chances de a agência considerar a tarefa muito arriscada e não autorizar sua execução. Porém, se a missão continuar, cientistas poderão analisar em breve algumas das rochas mais intocadas que existem desde o surgimento do sistema solar.

Astronomia espaço Asteroide sonda espacial
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você