Dois satélites podem colidir sobre os EUA nesta semana

Objetos são o telescópio espacial IRAS, de 1983, e o satélite GGSE-4, de 1967. Colisão não apresenta risco para as pessoas em solo, mas pode agravar o problema do lixo espacial

Rafael Rigues 28/01/2020 10h01
Satélite
A A A

Dois satélites fora de operação podem colidir em órbita sobre os EUA nesta quarta-feira (29). Segundo o site LeoLabs, que rastreia objetos em “órbita baixa” (LEO - Low Earth Orbit) eles são o telescópio espacial IRAS, lançado em 1983, e um satélite experimental norte-americano chamado GGSE-4, lançado em 1967.


De acordo com o site, a chance de colisão é de “1 em 100”. A maior distância entre os objetos será de 15 a 30 metros, e eles se cruzarão a uma velocidade relativa de 14 km/s em um ponto sobre a cidade de Pittsburgh, nos EUA.

A colisão não representa perigo para as pessoas no solo, mas pode gerar uma nuvem de destroços que pode iniciar uma reação em cadeia, destruindo outros objetos nas proximidades e causando danos em grande escala. Em velocidade orbital (de 6,5 a 8,2 km/s) mesmo um floco de tinta se move nove vezes mais rápido que a bala de um rifle, e pode destruir uma espaçonave num instante.

O problema do lixo espacial, satélites fora de funcionamento e peças de foguetes, é uma séria ameaça para nossos planos de exploração do espaço. Empresas como a ClearSpace estão desenvolvendo “reboques” orbitais para recolher satélites desativados e empurrá-los para a atmosfera, onde são incinerados na reentrada.

Fonte: CNet

Satélites espaço nave espacial espaçonave espaçonaves exploração espacial lixo espacial
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!.

Recomendados pra você