Nave de carga japonesa faz sua última entrega na Estação Espacial Internacional

Sonda HTV-9 será substituída por uma versão mais moderna

Vinicius Szafran, editado por Matheus Luque 25/05/2020 19h25
Sonda HTV-9
A A A

Uma nave de carga japonesa chegou à Estação Espacial Internacional (ISS) nesta segunda-feira (25), para fazer sua última entrega antes de sua frota ser aposentada.


A sonda HTV-9, não pilotada, parou na ISS no início desta manhã para ser capturada e puxada por um braço robótico sob o controle de Chris Cassidy, astronauta da Nasa. Cassidy, comandante da tripulação Expedition 63, pegou a sonda de 12 toneladas enquanto a estação navegava 418 quilômetros acima da Tanzânia.

Construída pela Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA), a HTV-9 (abreviatura do nome H-II Transfer Vehicle 9) é a mais recente de uma série de naves cargueiras descartáveis que transportam suprimentos para a ISS desde 2009. Ela foi lançada do Centro Espacial Tanegashima na quarta-feira passada (20), no topo de um foguete H-IIB, da Mitsubishi Heavy Industries, que também fez seu último voo nesta missão.

Reprodução

Sonda HTV-9, da JAXA. Foto: Nasa TV

A nave será substituída pela JAXA por um novo cargueiro chamado HTV-X, cujo lançamento será feito em um novo foguete, o H-III booster, a partir de 2022. A nova sonda poderá se atracar à ISS, eliminando a necessidade da "pescaria espacial" usando o braço robótico. Além disso, a HTV-X incluirá um módulo pressurizado reutilizável para transportar cargas para a estação.

Conhecida como Kounotori (japonês para "cegonha branca"), a sonda HTV tem dez metros de comprimento e 4,4 metros de largura. O veículo pode transportar até seis toneladas de suprimentos para a ISS, dentro de um compartimento pressurizado ou em um palete externo.

Reprodução

Representação artística da sonda HTV-X. Imagem: JAXA

A HTV-9 está carregando mais de 3,6 toneladas de suprimentos para os astronautas da ISS, incluindo baterias vitais para os painéis solares da estação, que serão instalados no final de 2020, durante uma série de caminhadas espaciais. A sonda também leva alimento, água e equipamentos científicos para a equipe, além de testar um novo sistema de comunicação sem fio que será usado pela HTV-X, segundo oficiais da Nasa.

De acordo com a JAXA, a HTV-9 também foi entregar o "primeiro avatar espacial do mundo". Trata-se de um robô equipado com câmeras, para permitir que usuários na Terra "vejam, ouçam, sintam e interajam livremente" com o interior da estação.

A sonda ficará conectada por dois meses a uma porta voltada para a Terra no módulo Harmony da ISS. Após esse tempo, será embalada com lixo e liberada para queimar na atmosfera terrestre.

Via: Space

Nasa Estação Espacial ISS sonda espacial Estação Espacial Internacional Japão jaxa espaçonaves sonda Ciência&Espaço
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você