Messier 66

Quer saber o que o telescópio Hubble 'viu' no dia do seu aniversário?

Renato Mota, editado por Cesar Schaeffer 31/03/2020 12h03
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Há 30 anos produzindo imagens incríveis do Universo, o telescópio espacial possui um enorme acervo - e os pesquisadores escolheram 366 dessas imagens, uma para cada dia do ano

O aniversário de 30 anos do lançamento do Telescópio Espacial Hubble está chegando (é no próximo dia 24) e a Nasa segue com as homenagens. Agora, para ajudar a celebrar o aniversário de um dos prolíficos instrumentos de observação do Espaço, a agência vai mostrar para você o que o Hubble viu no dia do SEU aniversário.


A Nasa montou uma página especial no qual o usuário pode colocar o mês e o dia do seu nascimento e conferir qual foi a imagem que o Hubble transmitiu naquele dia. São 366 fotos espetaculares do cosmo, escolhidas pela equipe de astrônomos da agência. Clique AQUI e veja qual é a sua.

“O Hubble explora o universo 24 horas por dia, 7 dias por semana. Isso significa que ele observou alguma maravilha cósmica fascinante todos os dias do ano, inclusive no seu aniversário”, afirma a Nasa em seu comunicado oficial.

Os usuários ainda podem compartilhar as imagens nas redes sociais, e usando a tag #Hubble30 participar das comemorações.

Nasa/Reprodução

INCANSÁVEL

O Telescópio Espacial Hubble foi lançado no dia 24 de abril de 1990, a bordo do ônibus espacial Discovery, iniciando uma revolução na astronomia.

Desenvolvido como uma parceria entre o programa espacial dos Estados Unidos e a Agência Espacial Europeia (ESA), o Hubble já fez mais de um milhão de observações e forneceu dados que os astrônomos usaram para escrever mais de 16 mil publicações científicas de ampla gama de tópicos - da formação dos planetas aos gigantescos buracos negros.

Esses artigos foram referenciados em outras publicações mais de 800 mil vezes, e esse total aumenta, em média, mais de 150 por dia. Todo livro de astronomia atual inclui contribuições do telescópio e os universitários de hoje não conhecem um tempo em suas vidas em que os astrônomos não estavam fazendo ativamente descobertas com seus dados.

Tão recente quanto na semana passada, o Hubble capturou uma belíssima imagem de uma nuvem rosa brilhante de poeira e gás que é um berçário de estrelas. Chamada LHA 120-N 150, a região está localizada nos arredores da Nebulosa de Tarântula, que o maior viveiro estelar conhecido. A nebulosa retratada pelo Hubble está situada a mais de 160 mil anos-luz de distância na Grande Nuvem de Magalhães, uma galáxia anã que orbita a Via Láctea.

Via: Nasa

Nasa Telescópio hubble Ciência&Espaço
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você