Aos 73 anos, Sylvester Stallone ainda brilha em Hollywood

Veja lista com cotações de estrelas para os longas das três séries estreladas por Stallone

Sergio Alpendre, editado por Cesar Schaeffer 27/09/2019 18h09
Silverster Stallone - Rambo
A A A

Sylvester Stallone, 73 anos e ainda um astro de ação. O que era impensável em Hollywood anos atrás se tornou uma realidade com essa geração de musculosos que pavimentou seu caminho para o estrelato entre os anos 1970 e 1980, sendo associados ao cinema da Era Reagan.

Três séries de longas firmaram ou reafirmaram seu nome definitivamente em Hollywood, enquanto outros longas foram responsáveis por respiros cômicos (o genial Oscar – Minha Filha Quer Casar, por exemplo), escapes dramáticos (Falcão – Campeão dos Campeões), ficções científicas (O Demolidor, O Juiz), entre outras aventuras, algumas até ousadas para um astro desse tamanho. 

As duas primeiras séries aconteceram enquanto ele era ainda jovem, na faixa dos seus 30 e tantos anos: Rocky e Rambo foram as que firmaram sua carreira. A terceira, que reafirmou sua carreira quando ela podia dar sinais de cansaço, surge com um Stallone sexagenário, e ameaça continuar por sua terceira idade que mais parece a juventude em comparação com as pessoas comuns. É Os Mercenários. 

Na média, Rocky é a melhor série de longas, e Rambo a pior, apesar de conter o melhor filme entre todas as séries e de toda a carreira do ator.

Muitos dizem que Stallone não tem talento, é careteiro, com voz feia e boca torta, e além de tudo só faz filmes ruins. Outros o consideram carismático o suficiente para levar um filme nas costas, ou até um gênio capaz de transformar água em vinho. A verdade, mais uma vez, está no meio do caminho. Não é qualquer filme que ele consegue levar nas costas. Depende de um bom diretor para controlar suas expressões, que se tornaram ainda mais caricatas com a idade, e de uma habilidade, também da direção, para encontrar o tom certo no aproveitamento de seus trejeitos. 

Trocando em miúdos, Stallone pode tanto representar uma mina de ouro, dependendo do roteiro e do diretor que tiver em mãos, quanto um passaporte para o fracasso, caso tudo ao redor conspire contra sua persona.

Em poucas palavras, os longas das três séries mencionadas acima, com cotações de um a cinco estrelas* e breves frases sobre cada um deles.

ROCKY

Rocky – Um Lutador (John G. Avildsen, 1976) * * * *

A superação do mal-estar americano nos anos 1970.

Rocky II (Sylvester Stallone, 1979) * * *

Bela continuação com a hora de ser realmente um campeão.

Rocky III (Sylvester Stallone, 1982) * *

O campeão fica frouxo, mas precisa enfrentar um desafiador malvado.

Rocky IV (Sylvester Stallone, 1986) * * *

Rocky, ítalo-americano, contra o grandalhão russo, no auge da Guerra Fria.

Rocky VI (John G. Avildsen, 1990) * * *

Briga de rua, como ele gosta.

Rocky Balboa (Sylvester Stallone, 2006) * *

Decepcionante retorno, embora com momentos tocantes.

Obs.: Ficaram fora os derivados: Creed e Creed 2, em que Stallone se envolve com o filho de seu rival e depois amigo Apollo Creed, e Ajuste de Contas, o confronto informal entre Rocky e o Touro Indomável Robert De Niro.

 

RAMBO

Rambo – Programado para Matar (Ted Kotcheff, 1982) * * * * *

Grande filme antibelicista em que Rambo é compelido por um xerife fascista a refazer o conflito no Vietnã em seu próprio país.

Rambo II – A Missão (George Pan Cosmatos, 1985) * * *

Passa na recuperação, porque Cosmatos contorna alguns obstáculos e a "reaganice".

Rambo III (Peter MacDonald, 1988) *

Aqui nem Stallone salva.

Rambo IV (Sylvester Stallone, 2008) * *

Uma volta desnecessária, com violência atualizada para o século 21.

Rambo V – Até o Fim (Adrian Grunberg, 2019) *

Sério candidato a pior filme da carreira de Stallone.

OS MERCENÁRIOS

Os Mercenários (Sylvester Stallone, 2010) * * *

O humor é o grande trunfo deste longa que reúne vários astros de ação.

Os Mercenários 2 (Simon West, 2012) * *

Ainda mais astros se juntam, mas o diretor Simon West não consegue ultrapassar sua própria mediocridade.

Os Mercenários 3 (Patrick Hughes, 2014) * * *

Quase tão divertido quanto o primeiro.

Filmes&Series rambo rocky silvester stallone
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você