Coronavírus: China e Coreia do Sul registram aumento de casos diários

Surto do vírus em casas noturnas preocupa autoridades de saúde coreanas

Victor Pinheiro, editado por Fabiana Rolfini 08/05/2020 15h05
Coronavírus na China
A A A

A China e a Coreia do Sul registraram aumento no número diário de casos relatados de Covid-19 nesta sexta-feira (8). As ocorrências acontecem em meio ao relaxamento de medidas de isolamento social nos dois países.


Na Coreia, autoridades de saúde relacionaram novas infecções a um surto identificado no bairro Itaweon, na capital Seul, conhecido pela vida noturna de seus habitantes. Na quinta-feira (7), um homem de 29 anos que visitou três bares na região no último fim de semana testou positivo para a Covid-19. Pouco depois, um amigo que o acompanhava também foi diagnosticado com a doença. No dia seguinte, foram identificados outros 13 casos associados ao episódio.

Até então, o país registrava menos de dez novas infecções diárias pelo novo coronavírus desde domingo, e também não contabilizava transmissões comunitárias há três dias.O governo coreano estima que pelo menos 1.150 pessoas podem ter entrado em contato com os pacientes infectados.

"Uma gota de tinta na água limpa se espalha rapidamente. Qualquer pessoa pode se tornar a gota de tinta que espalha a Covid-19", disse o vice-ministro da Saúde, Kim Gang-lip, em referência ao surto de Itawen.

Reprodução

Foto: Reuters

O aumento no número de casos ocorre na mesma semana em que a Coreia do Sul iniciou a abertura progressiva de escolas e museus, assim como permitiu a retomada do esporte profissional sem fãs nas arquibancadas. Diante do surto, o governo decidiu fechar todos os clubes noturnos durante um mês.

Já na China, segundo o site Medicalxpress, órgãos de saúde registraram dezessete novos casos da Covid-19 nesta sexta-feira, incluindo 16 pacientes que testaram positivo sem apresentar sintomas da doença. Apesar disso, o país autorizou hoje a reabertura de cinemas, espaços esportivos, teatros e outros negócios mediante a limites de aglomeração no interior dos recintos.

No início de abril, o governo chinês já havia determinado a retomada gradual das atividades comerciais e a suspensão de medidas de circulação na cidade de Wuhan, considerada o primeiro epicentro do novo coronavírus.

Fonte: MedicalxPress


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



China Coréia do Sul coronavirus covid19 isolamento social
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você