Covid-19: brasileiros desenvolvem teste rápido e barato com IA

Por não depender de reagentes importados, o novo método pode ser o responsável por aumentar a testagem no Brasil

Nina Gattis, editado por Daniel Junqueira 03/08/2020 19h04
Teste em laboratório
A A A

Cientistas brasileiros desenvolveram um teste rápido e barato para detectar o coronavírus que, além de apontar um diagnóstico, prevê possíveis complicações pela contaminação. O estudo acerca do método foi publicado na plataforma científica MedRxiv, que divulga pré-publicações de trabalhos que ainda serão revisados por pares.


A equipe de pesquisadores, composta por cientistas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), da Universidade de São Paulo (USP) e de centros do Amazonas, explicou que o novo teste utiliza uma inteligência artificial (IA) para analisar amostras de plasma sanguíneo em busca de um padrão de moléculas presente em pessoas infectadas pela Covid-19. Justamente por não utilizar os reagentes importados para os testes RT-PCR é que o novo teste custa mais barato.

"O projeto contou com a participação de 728 pacientes, sendo 369 com diagnóstico da Covid-19 confirmado clinicamente e por RT-PCR. As amostras de indivíduos não infectados foram usadas para comparação, como uma espécie de grupo controle. No caso de alguns pacientes que desenvolveram complicações e precisaram ser internados, foi coletada uma segunda amostra de sangue. De modo geral, entre os casos confirmados, havia indivíduos com sintomas leves e graves", contou Jeany Delafiori, uma das coordenadoras do estudo.

Reprodução

Teste RT-PCR. Imagem: Aaron Lavinsky

Apesar de não ter passado por uma revisão por pares, o teste, segundo os cientistas participantes, tem uma taxa de acerto de cerca de 90%. Além disso, por ser feito por uma IA, o método pode acumular conhecimento e aperfeiçoar seus diagnósticos ao passo que analisa mais amostras de plasma.

"Se hoje ele tem uma taxa de acerto em torno de 90%, é provável que acerte ainda mais quando chegar a milhares de pacientes analisados", afirmou Anderson Rocha, professor da Unicamp.

Antes de ser utilizado como método comprovado no Brasil, o teste também precisa ser aprovado para uso pela a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Testagem no Brasil

A chegada de um novo teste mais rápido, barato e prático - já que é feito a partir da coleta de sangue -, pode aumentar a testagem no Brasil, um dos países que menos testa o coronavírus no mundo, mesmo sendo a segunda nação mais atingida pela pandemia.

O novo teste com IA é capaz de diagnosticar um paciente em apenas 20 minutos - o RT-PCR leva dias para ficar pronto - e deve custar cerca de R$ 40 - o RT-PCR custa de R$ 80 a R$ 100.

Como uma das justificativas para a baixa testagem no Brasil é a dependência de reagentes importados, o teste com IA pode ser uma alternativa importante para mudar essa situação.

Via: G1


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



USP Inteligência Artificial anvisa coronavirus covid19 pandemia testes Unicamp
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!.

Recomendados pra você