Covid-19: Google vai doar US$ 8,5 milhões em pesquisas

Financiamento será destinado a 31 instituições do mundo todo que realizam ações de prevenção à doença e disseminação do vírus; dois projetos brasileiros estão entre os selecionados

Da Redação, editado por Daniel Junqueira 14/09/2020 20h03
Rússia planeja distribuir vacina contra o novo coronavírus em agosto
A A A

Google.org, filial filantrópica do gigante das buscas, anunciou a doação de US$ 8,5 milhões a 31 instituições em todo o mundo para auxiliar no combate à Covid-19. Dentre as organizações beneficiadas estão ONGs, universidades e instituições acadêmicas. Duas delas são do Brasil.


Um dos projetos brasileiros selecionados para receber a verba é resultante da parceria entre a Fundação Oswaldo Cruz da Bahia (Fiocruz Bahia) e a Universidade Federal da Bahia (UFBA). Trata-se da criação de uma plataforma de pesquisa e gerenciamento de dados em apoio às tomadas de decisão referentes à doença.

O segundo contemplado foi o Hospital Israelita Albert Einstein, cujo projeto apoia e integra profissionais de saúde comunitária e voluntários para prestar serviços psicológicos e monitorar resultados em uma das comunidades vulneráveis do país.

O financiamento faz parte de um investimento de US$ 100 milhões do Google.org na luta contra o coronavírus. Por meio de recursos tecnológicos como inteligência artificial e análise de dados, a ação visa entender a doença e seus impactos, buscando assim uma forma de apoiar populações mais vulneráveis na prevenção da Covid-19. 

covid-19-4982910_1920.jpg

Testes e estudos avançam para conter a disseminação do vírus. Imagem: Fernando Zhiminaicela/Pixabay 

Mapeamento e prevenção para conter a doença 

Compreender a disseminação da Covid-19 é necessário para atender uma parcela da população em maior estado de vulnerabilidade. O objetivo é ajudar a preservar a saúde dessas pessoas, além de gerar dados que traduzam melhor a realidade desses locais, mapeando fatores sociais e ambientais.

Além do isolamento e da testagem em massa, o rastreamento de contato tem sido um dos procedimentos eficazes para retardar a propagação da doença. Este rastreamento vem sendo aprimorado e utilizado pelas autoridades de saúde pública em todo o mundo

O Google.org está apoiando projetos que investigam como melhorar as avaliações de risco de exposição, e como entender a disseminação do vírus em espaços públicos.

Auxílio a área da saúde e seus profissionais

Os profissionais da saúde estão na linha de frente, atuando no combate ao Covid-19 e fazem parte dos grupos mais vulneráveis às consequências da pandemia. Por isso, o Google também está apoiando organizações que se concentram em ajudar estes profissionais com operações de trabalho mais eficientes.

Confira na lista abaixo, as instituições e suas áreas de atuação para tornar a resposta da comunidade à pandemia mais avançada e inclusiva.

  • Carnegie Mellon University : informa as autoridades de saúde por meio de mapas interativos que exibem dados da Covid-19 em tempo real.
  • Boston Children's Hospital, Oxford University, Northeastern University: estão elaborando uma plataforma para oferecer suporte a dados de saúde pública precisos e confiáveis.
  • Tel Aviv University: desenvolvem modelos de simulação para investigar a disseminação do Covid-19 em Israel.
hand-disinfection-4954840_1920.jpg                            A prevenção ainda é a melhor solução para a pandemia. Klaus Hausmann/Pixabay

Minimizar os impactos secundários da pandemia e garantir a integridade na área da saúde

  • Florida A&M University, Shaw University: examinam os determinantes sociais estruturais da saúde e o impacto desproporcional da Covid-19 em comunidades negras na Flórida e na Carolina do Norte.
  • Beth Israel Deaconess Medical Center: quantifica o impacto da Covid-19 nos cuidados de saúde não diretamente associados ao vírus.
  • Georgia Institute of Technology: investiga oportunidades para populações vulneráveis em busca de informações relacionadas à Covid-19.

Detectando o contágio nos ambientes públicos, contendo e prevenindo a transmissão da doença

  • Stanford University:  detecta pontos de acesso emergentes.
  • University of Virginia, Princeton University, University of Maryland: projeta e analisa métodos eficazes de rastreamento de contato digital.

Suporte aos profissionais de saúde

  • Hospital Israelita Albert Einstein: apoia e integra profissionais de saúde comunitária e voluntários para prestar serviços psicológicos e monitorar resultados em uma das comunidades mais vulneráveis do Brasil.
  • Fiocruz Bahia, Universidade Federal da Bahia: estabelece uma plataforma de inteligência artificial para pesquisa e compartilhamento de informações relacionadas à Covid-19 no Brasil.

A lista completa com as nomeações e funções das 31 organizações beneficiadas, pode ser conferida no blog do Google.

Fonte: Google 



Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



Google Saúde Pesquisa coronavirus doação
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você