Covid-19: hospitais do Reino Unido testam novo medicamento

Remédio tem como base a proteína interferon beta, utilizada pelo organismo para combater infecções virais

Luiz Nogueira, editado por Fabiana Rolfini 04/05/2020 09h05
Remédios
A A A

Um novo medicamento, desenvolvido por cientistas do Reino Unido, que tem como objetivo tratar pacientes com a Covid-19, está sendo testado pela Universidade Southampton. Criado pela empresa Synairgen, especializada em biotecnologia, o remédio tem como base a proteína interferon beta, que nosso corpo produz para combater infecções virais.


De acordo com Richard Marsden, executivo-chefe da empresa, o novo coronavírus parece suprimir a produção da proteína como parte da estratégia para enfraquecer o sistema imunológico. Por isso, o novo medicamento, feito para ser inalado, pode fazer com que a dose direta da proteína nas vias aéreas provoque uma resposta antiviral mais forte, mesmo em pacientes com o sistema imunológico enfraquecido.

A proteína utilizada no medicamento já é comumente aplicada no tratamento de esclerose múltipla. Em testes anteriores, foi possível compreender que a preparação feita pela empresa pode estimular os pulmões de pacientes com asma e outras condições pulmonares crônicas.

Para o ensaio clínico, foram selecionados 75 voluntários que irão inalar a droga por meio de um nebulizador para penetrá-la profundamente nos pulmões. Resultados conclusivos dos testes devem ser obtidos até o fim de junho.

Condução do experimento

Foto: BBC Panorama

Foto: BBC Panorama

Os pacientes envolvidos no estudo foram recrutados em cerca de dez hospitais da Grã-Bretanha. Metade vai receber o medicamento, enquanto os outros irão receber algo que é conhecido como placebo – uma substância inativa. Nenhum dos envolvidos no estudo vai saber quais pacientes tiveram qual tratamento até o término do ensaio.

"A esperança dos pesquisadores é que esse método mostre que os voluntários que tomam o medicamento se saem muito melhor do que aqueles que não o fazem", diz Tom Wilkinson, professor da Universidade de Southampton.

Esse tipo de teste é o modelo para um novo esquema clínico acelerado que acaba de ser estabelecido pelo governo. Chamado de Accord, o programa foi projetado para apressar o desenvolvimento de novos medicamentos para o tratamento de pacientes com a Covid-19.

Resultados

Como dito, espera-se resultados sobre o estudo no fim de junho. No entanto, mesmo que sejam positivos, o medicamento ainda passará por exames mais aprofundados antes de ser amplamente utilizado em pacientes.

Isso pode levar meses, mesmo com o governo alegando que trabalha o mais rápido possível para descobrir um fármaco eficaz. Infelizmente, mesmo com a rapidez dos testes, é possível que o remédio esteja disponível apenas no fim do ano.

Via: BBC


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



medicamento remédio coronavirus covid19 tratamento
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você