Covid-19_mundo

Curva de contágio do coronavírus no Brasil repete a de países europeus

Victor Pinheiro, editado por Liliane Nakagawa 21/03/2020 17h30
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Disseminação deve seguir uma trajetória particularmente semelhante a da França, diz análise feita por especialistas italianos e a BBC News

O crescimento de casos confirmados do novo coronavírus no Brasil segue um ritmo similar ao quadro de países europeus, como Alemanha, França e Reino Unido, segundo análise feita pela BBC News Brasil junto a especialistas italianos.


Com base em dados da Organização Mundial da Saúde, o veículo elaborou gráficos a partir do número de casos reportados pelos sistemas de saúde de cada país após estas nações ultrapassararem a barreira de 50 testes positivos.

Apesar dos dias bases utilizados na análise serem distintos, é possível comparar a projeção de casos confirmados, apesar de cada país vivenciar um estágio diferente da epidemia. Na itália, por exemplo, o ‘dia 1’ corresponde ao dia 23 de fevereiro, enquanto que no Brasil configura o dia 12 de março.

Vale pontuar que foram utilizados os boletins oficiais diários da OMS com informações do dia 18 de março, até as 20h (horário de Brasília) - quando o Brasil ainda não registrava nenhuma morte por coronavírus.

Reprodução

ReproduçãoÀ BBC, o italiano sócio-fundador da empresa de pesquisas Quorum, Lorenzo Pregliasco, disse que o Brasil está alinhado a maior parte dos países observados, mas deve seguir uma trajetória particularmente semelhante a da França.

Em 10 dias, o país europeu registrou um salto de 50 casos confirmados para mais de mil. Segundo os gráficos, a França apresentava em seu 19º dia pacientes confirmados com o coronavírus. Nesta mesma data, o Brasil estava no sétimo dia e apresentava 234 diagnósticos positivos.

Se atualizarmos estes dados para o último boletim diário publicado pela OMS nesta sexta-feira, o número de infectados subiram para 10.877 na França e 428 no Brasil - vale ressaltar, no entanto, que na mesma data, o Ministério da Saúde já confirmava 904 pacientes com coronavírus no país. 

Pregliasco destaca, contudo, que a comparação entre do avanço epidemiológico em países diferentes não é exata, uma vez que cada nação toma medidas distintas para conter a doença. Ele cita, por exemplo, o caso da Itália, onde 41 mil pessoas foram infectadas e outras 3.429 morreram em razão da doença, de acordo com o último relatório da OMS.

“Na Itália, a disseminação precoce e muito rápida dos contágios provavelmente ocorreu por causa da contaminação inicial em hospitais. Então, dependendo de quantos e quais são os focos, a tendência de cada país pode ser muito diferente”, explicou o especialista italiano.


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



Brasil coronavirus covid19
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você