IBM libera mais de 80 mil patentes para uso no combate ao coronavírus

Iniciativa inclui até mesmo patentes relacionadas a sistemas de inteligência artificial como o Watson

Rafael Rigues 05/05/2020 11h53
IBM
A A A

A IBM anunciou nesta terça-feira (05) que está liberando mais de 80 mil patentes, incluindo aquelas relacionadas a inteligência artificial e a “vírus biológicos”, para uso gratuito no desenvolvimento de soluções para a pandemia de Covid-19.


A decisão se aplica não só a patentes já concedidas, como também quaisquer outras que sejam resultantes de registros feitos até o final de 2023. "Isso ajudará qualquer pessoa na linha de frente da luta contra a pandemia a não se preocupar em infringir nenhuma patente de nosso portfólio", disse Manny W. Schecter, consultor chefe de patentes para leis de propriedade intelectual da IBM, sobre o acordo.

Segundo a empresa, tecnologias como “uma molécula enriquecida com açúcar que pode impedir infecções virais”, ”algoritmos capazes de prever o escopo de uma epidemia” e “uma tela sensível ao toque que se esteriliza sozinha” poderiam surgir com base em suas patentes. Até mesmo patentes relacionadas ao Watson, seu sistema de inteligência artificial, estão inclusas.

A iniciativa da IBM é parte da Open Covid Pledge, que pede a empresas participantes que liberem gratuitamente sua propriedade intelectual (patentes) para uso no combate à pandemia de Covid-19 e minimização de seu impacto na sociedade. Empresas como a Intel, Amazon, Facebook, Microsoft e Uber, entre outras, também participam.

Fonte: IBM 


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



IBM Inteligência Artificial patente coronavirus covid19
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você