Ministério da Saúde aluga mil leitos de UTI para combater coronavírus

Cada cama deve custar entre R$ 15 mil e R$ 20 mil

Guilherme Preta, editado por Matheus Luque 31/01/2020 09h25
UTI
A A A

O Ministério da Saúde vai abrir uma licitação para alugar mil leitos de UTI para atender pacientes com suspeita e casos confirmados de coronavírus no país. Cada cama deve custar entre R$ 15 mil e R$ 20 mil e a disponibilização vai acontecer de acordo com a demanda de cada estado. A licitação deve ser concluída em até 40 dias. O Brasil tem nove pacientes com suspeita e nenhum caso confirmado de coronavírus.


“É bem provável que vamos precisar de acréscimo na oferta de leitos de cuidados intensivos”, afirmou o secretário-executivo de Ministério da Saúde, João Gabbardo, levantando a hipótese de que, se necessário, o número pode ser ampliado. Além disso, o secretário contou que o processo de construção dos leitos vai ser diferente do comum. Normalmente, “o hospital constrói o leito de UTI, compra os equipamentos e o ministério repassa o recurso para o custeio. Para esses mil leitos, o Ministério da Saúde vai fazer a locação, disponibilizar os leitos com todos os insumos, assistência técnica, manutenção e treinamento”, explicou.

Reprodução

A lista de hospitais de referência no assunto possui hoje 35 unidades e está em atualização. No Espírito Santo, por exemplo, o número foi reduzido de 15 para duas unidades. “A ideia é que tenha um quantitativo de hospitais de acordo com a população e principalmente de acordo com a evolução da doença”, disse Gobbardo. A região Sul, por exemplo, possui habitualmente mais casos de doenças respiratórias.

Via: UOL


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



Saúde Brasil ministerio sistema de saúde coronavirus
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você