Reino Unido garante 60 milhões de doses de potencial vacina

Governo britânico anunciou acordo com a Sanofi Pasteur e a GlaxoSmithKline; quarto contrato assinado amplia acesso a 250 milhões de doses em caso de aprovações

Da Redação, editado por Daniel Junqueira 29/07/2020 19h02
Vacina
A A A

O governo do Reino Unido anunciou, nesta quarta-feira (29), a assinatura de um acordo com a Sanofi Pasteur e a GlaxoSmithKline para garantir até 60 milhões de doses de uma potencial vacina contra o novo coronavírus. Este é o quarto contrato assinado pelo governo britânico, que agora amplia o acesso a 250 milhões de doses em caso de aprovações.


"Um acordo para garantir o acesso antecipado a uma nova e promissora vacina contra o coronavírus foi anunciado pelo governo, aprimorando o crescente portfólio de candidatos a vacina do Reino Unido para proteger o público e salvar vidas", comunicou o Departamento de Negócios, Energia e Estratégia Industrial (BEIS) em nota.

A potencial vacina é fundamentada na tecnologia existente baseada em DNA, utilizada para a produção da vacina antigripal da Sanofi. Os estudos clínicos da vacina em humanos devem começar em setembro e, caso se mostrem eficazes, estima-se que a vacina deverá ser distribuída para os grupos prioritários (como profissionais de saúde e assistência social) em junho de 2021.

image-from-rawpixel-id-2282599-jpeg.jpg
Com quatro contratos firmados, Reino Unido quer ampliar as chances de sucesso na busca por vacinas contra a Covid-19. Foto: Rawpixel

Ampliação do acesso diversificado

Com a quarta assinatura, o governo britânico garante 250 milhões de doses combinadas em caso de aprovações das diferentes candidatas.

Na semana passada, o Reino Unido já havia assegurado o acesso a 30 milhões de doses de uma vacina experimental da BioNTech/Pfizer e 60 milhões de doses do potencial antivírus da Valneva. A nação também fechou contrato com a AstraZeneca para garantir 100 milhões de doses de sua potencial vacina.

"Essa diversidade de tipos de vacina é importante porque ainda não sabemos quais, se houver, dos diferentes tipos de vacina provarão gerar uma resposta segura e protetora ao Covid-19", afirmou a presidente da força-tarefa do governo britânico, Kate Bingham.

Via: CNN Brasil


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



Reino Unido vacina coronavirus covid19
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você